Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

'Achei que era um cachorro e resolvi olhar', diz mulher que achou gêmeas abandonadas

Data: / 2354 views
'Achei que era um cachorro e resolvi olhar', diz mulher que achou gêmeas abandonadas

Nem mesmo o frio do fim da tarde de sexta-feira (21) impediu que alguém abandonasse duas bebês gêmeas, recém-nascidas

Foto capa - Gêmeas recém-nascidas encontradas abandonadas na rua em Pinhais passam bem

Achei que era um cachorro e resolvi olhar, quando eu vi, era um nenê", disse Tâmela Ribeiro, a moradora que encontrou duas meninas recém-nascidas abandonadas na tarde de sexta-feira (21), em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

Os bebês foram internados no Hospital Municipal Nossa Senhora da Luz dos Pinhais e passam bem. A Polícia Civil investiga o caso e tenta identificar quem abandonou os bebês.

De acordo com a equipe médica do hospital, as gêmeas nasceram com nove meses. Uma delas tem 2,75kg e a outra, 1,7kg. De acordo com o diretor técnico do hospital, Airton Surdi, as recém-nascidas foram encontradas ainda com o cordão umbilical, o que indica que o parto pode ter sido feito em casa.

 

A mulher que viu as recém-nascidas e acionou a polícia disse que estava de mudança, passando pelo local, quando encontrou o cobertor em que elas estavam.

Tâmela conta que vai se recordar do caso por toda a vida. "A gente que tem filho sabe como é doloroso. Não tem explicação, vai ficar marcado para o resto da vida", comentou.

Depois de encontrar as meninas, a moradora entrou em contato com a Polícia Militar (PM), que acionou o Serviço Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e o Conselho Tutelar. Assim que receberem alta, as gêmeas devem ser levadas para um abrigo.

De acordo com a conselheira tutelar Ângela de Araújo, as recém-nascidas receberam nomes pela equipe do hospital. "Eloá, que significa Deus, e Heloísa, que é a mulher guerreira", comentou.

(Foto Tribuna do Paraná) 

Quer saber mais notícias do estado? Acesse o G1 Paraná - 

- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados