Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Agente penitenciário é preso suspeito de matar a namorada e enteado

Data: / 726 views
Agente penitenciário é preso suspeito de matar a namorada e enteado

O filho da vítima, de 17 anos, foi morto a tiros na janela de casa. A mulher chegou a ser socorrida, mas também não resistiu. Homem foi detido pela polícia ao tentar fugir com a arma do crime na rodoviária de Marília.

O agente penitenciário Luiz Carlos Marçal é acusado de matar a tiros a namorada Érica Caldeira Reis e filho dela, em Garça (Foto: Facebook/Reprodução)

Um agente penitenciário foi preso neste sábado (18) em Marília (SP) suspeito de ter matado a tiros a namorada e o filho dela durante a madrugada, em Garça.

Segundo testemunhas, Luiz Carlos Marçal, de 40 anos foi visto saindo da casa de Érica Caldeira Reis, de 38 anos, e do filho dela, Cauê Caldeira Jacomo, de 17, e correndo para um matagal na madrugada deste sábado, no Bairro Labienópolis, em Garça.

Segundo a polícia, Luiz Carlos teria deixado Érica em casa na noite de sexta-feira (17) após um desentendimento.

O agente teria voltado depois nervoso e gritando na rua. Quando Cauê apareceu na janela, foi atingido por dois tiros. Na sequência, Luiz Carlos entrou na casa e atirou na namorada.

 
 
Agente penitenciário é preso suspeito de matar a namorada e enteado em GarçaAgente penitenciário é preso suspeito de matar a namorada e enteado em Garça
 

Cauê morreu no local, mas os socorristas ainda levaram Érica para o hospital na tentativa de ser reanimada, mas a mulher não resistiu aos ferimentos.

A polícia iniciou as buscas pelo agente e encontrou o carro dele na casa de seus pais, em Garça. Eles alegaram que o filho estava bastante nervoso e saiu a pé.

Na manhã deste sábado, Luiz Carlos foi preso na rodoviária de Marília quando tentava fugir. Segundo a polícia, o suspeito portava a arma utilizada no crime. Luiz Carlos Marçal é agente na penitenciária de Álvaro de Carvalho e foi indiciado por homicídio qualificado.

Érica Caldeira Reis tinha 37 anos, divorciada, deixa os filhos Linda Cauane e Caique. Cauê Caldeira Jácomo tinha 17 anos, deixa o pai Adão Claudio Jácomo. Os corpos foram velados no velório municipal e o sepultamento foi no final da tarde no cemitério Santa Faustina.

- G1 Bauru e Marília - 

- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados