Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Aplicativo de celular é usado pela Polícia Militar contra criminalidade

Data: / 194 views
Aplicativo de celular é usado pela Polícia Militar contra criminalidade

Casos de roubos aumentaram 430% em relação ao ano anterior. Por dia, a PM de Lençóis Paulista recebe, em média, 15 denúncias.

Os números da insegurança em Lençóis Paulista, no interior de São Paulo, aumentaram e estão assustando os moradores. Em alguns casos, o aumento foi de mais de 400% comparando 2017 com 2016. Por isso, a Polícia Militar implantou um aplicativo de celular como uma ferramenta de denúncia para os moradores em situação de risco.

O comerciante José Antônio Silva já cansou de reforçar as portas da loja com cadeados, mas criminosos já entraram três vezes. "Levaram o que eles puderam levar, que são ferramentas de trabalho, alguns acessórios, volante, aquilo que é fácil para eles desfazerem. Foi um prejuízo de R$ 15 mil.”

Só em janeiro foram registrados 16 casos de roubo na cidade. Um aumento de 430% em relação ao mesmo período do ano passado. Já o número de furtos dobrou em comparação com janeiro de 2016. Foram 89 ocorrências em 2017 em comparação com 46 furtos em 2016, segundo a Secretaria de Segurança Pública.

Para tentar diminuir os índices de criminalidade, a Polícia Militar de Lençóis Paulista abriu um novo espaço para os moradores.  Agora, as denúncias podem ser feitas por um aplicativo de celular, o whatsapp da PM. O número é (14) 99177-4645.

Aplicativo de celular é usado pela Polícia Militar contra criminalidade

Por dia, a PM de Lençóis Paulista recebe, em média, 15 denúncias, segundo o tenente da PM Thiago Zorzetto. "A gente consegue trabalhar, apurar melhor essa denúncia, então a gente pergunta a respeito de drogas onde está escondido, a roupa da pessoa que está vendendo, de repente alguém que está procurando ou alguém que está andando armado, o endereço, se essa pessoa sabe fornecer onde ela fica. Essas informações a gente vai trabalhando, às vezes mais que um dia trabalhando essa informação e a gente tem um resultado melhor", explica.

No último fim de semana, três homens foram presos com drogas em um parque graças a uma denúncia que chegou pelo whatsapp. Nas ruas da cidade, o aplicativo virou o principal canal de comunicação com a PM. "É muito rápido. A pessoa visualiza em um minuto. É muito rápido. Eu creio que vai ajudar muito a gente no comércio, principalmente", afirma a operadora de caixa Patrícia Borges.

A aposentada Rosana Ramos acredita que o aplicativo vai agilizar o trabalho da polícia.  "Quanto mais facilidade a gente tiver para ter esses contatos, fazer alguma denúncia, eu acho que as pessoas ficam mais livres. Não ficam só naquele tipo de telefone, as vezes você pode ligar e não conseguir, então esse whatsapp eu acho que é uma boa sim."

Em Jaú, esse tipo de canal de comunicação entre Polícia Militar e população está ativo desde março de 2015. Segundo a PM, o aplicativo gerou uma fidelização. Na prática, muita gente virou colaborador e com isso, ajudou na confiança do trabalho da polícia. A iniciativa é chamada de whatsapp cidadão. O whats não substituiu o telefone oficial para denúncias, o 190. É um complemento. O número é 9-9711-0190.

Segundo a polícia militar de jaú as demandas são grandes. O maior número de denúncias foi registrado logo em junho de 2015, atingiu 189 informações via whatsapp. Atualmente a média é de 140 informações por mês. Desse total, aproximadamente 10% são válidas e geram ocorrências por parte da Polícia Militar. Entre as principais denúncias estão: tráfico de drogas, informações de veículos abandonados e denúncias de autores de furto ou roubo.

G1 Bauru e Marília

- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados