Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Às vésperas de Natal 'magro', mãe de sete filhos encontra carteira com R$ 500 e devolve para a dona

Data: / 214 views
Às vésperas de Natal 'magro', mãe de sete filhos encontra carteira com R$ 500 e devolve para a dona

Auxiliar de produção achou carteira caída na região central de Lins e acionou a PM para encontrar a dona: 'Nem conseguiria dormir se eu pegasse aquele dinheiro'.

Simone Pereira abraça a dona da carteira que ela achou com R$ 500 em rua de Lins: "Era a única coisa a ser feita" — Foto: J. Serafim/Divulgação

 

Às vésperas do Natal, uma história de honestidade sensibilizou os moradores do Lins (SP) nesta sexta-feira (21). Uma mulher achou no centro da cidade uma carteira com R$ 500 e não mediu esforços para devolver o dinheiro.

Simone Aparecida da Silva Pereira, de 41 anos, é mãe de sete filhos, que sustenta com o auxílio-doença que recebe da Previdência - está afastada do trabalho após sofrer um aneurisma e uma trombose, segundo ela. A renda da família é complementada por outro salário mínimo que o marido ganha como ajudante geral.

Às vésperas de Natal ‘magro’, mãe de 7 filhos acha carteira com R$ 500 e devolve para donaÀs vésperas de Natal ‘magro’, mãe de 7 filhos acha carteira com R$ 500 e devolve para dona
 

Simone conta que, por conta das despesas - como o aluguel mensal de R$ 500 -, não teria dinheiro para comprar presentes para os filhos. Mas, mesmo assim, não pensou em ficar com o dinheiro.

 

“Não vou conseguir dar presente pros meus filhos neste ano, os gastos com saúde deixaram a vida muito apertada pra nossa família. Mas isso não justifica a gente ficar com algo que não é nosso, nem conseguiria dormir se eu pegasse aquele dinheiro”, explica a pensionista.

 

 
A pensionista Simone Pereira com três de seus sete filhos em sua casa, na Jardim Primavera, em Lins: "Agora teremos um Natal de R$ 1,99" — Foto: Arquivo pessoalA pensionista Simone Pereira com três de seus sete filhos em sua casa, na Jardim Primavera, em Lins: "Agora teremos um Natal de R$ 1,99" — Foto: Arquivo pessoal
 

Simone conta que caminhava com um de seus filhos nas proximidades do Calçadão de Lins quando avistou a carteira no chão. Segundo a mulher, a carteira já estava aberta e foi possível ver que havia dinheiro dentro.

“Percebi que já tinha gente mal-intencionada olhando pra carteira e corri pra pegar. E daí já pedi pro meu filho chamar a Polícia Militar, que estava passando pelo local. Não pensei em outra coisa a não ser achar o dono”, explica.

A carteira foi entregue aos policiais, que fizeram a contagem do dinheiro e, através dos documentos, conseguiram localizar a proprietária da carteira, Liliane Nakamura.

 
Ao lado de alguns dos filhos da mulher que achou sua carteira, Liliane Nakamura recebe tudo o que havia perdido na rua — Foto: J. Serafim/DivulgaçãoAo lado de alguns dos filhos da mulher que achou sua carteira, Liliane Nakamura recebe tudo o que havia perdido na rua — Foto: J. Serafim/Divulgação
 

Os policiais também promoveram um encontro entre Simone e Liliane no Calçadão de Lins para a entrega da carteira e do dinheiro. A dona da carteira agradeceu o gesto e deu uma gratificação para a mulher.

Simone Pereira diz que já reservou essa gratificação para garantir o Natal de seus filhos. Segundo ela, como são muitas lembrancinhas a serem compradas – pelo menos sete –, ela vai procurar os presentes numa loja do tipo “R$ 1,99”.

 

“Só tenho meus filhos e a honestidade, e espero que isso sirva de lição pra eles. Sempre ensinei que eles não podem pegar um lápis sequer que não seja deles”, diz Simone. 

 
Policiais militares promoveram o encontro entre Simone e Liliane no Calçadão de Lins: gesto de honestidade — Foto: J. Serafim/DivulgaçãoPoliciais militares promoveram o encontro entre Simone e Liliane no Calçadão de Lins: gesto de honestidade — Foto: J. Serafim/Divulgação
 
- Por Sérgio Pais, G1 Bauru e Marília -  
 
- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados