Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Bebê que nasceu com 800g deve ficar internado por três meses; mãe não sabia da gravidez

Data: / 445 views
Bebê que nasceu com 800g deve ficar internado por três meses; mãe não sabia da gravidez

Mãe de 21 anos teve o menino em casa, em Barra Bonita (SP), com 25 semanas de gestação. Bebê está internado na Santa Casa de Jaú (SP).

O bebê que nasceu com pouco mais de 800g em Barra Bonita deve ficar pelo menos três meses internado na Santa Casa de Jaú (SP), para onde foi transferido por uma equipe especializada que contou até com escolta da Polícia Militar.

O menino, que recebeu o nome de Gabriel, nasceu prematuro de 25 semanas de gestação. Segundo a família do bebê, a mãe não sabia que estava grávida quando entrou em trabalho de parto na manhã deste domingo (19).

 
Sem saber que estava grávida, mãe dá à luz bebê prematuro de pouco mais de 800gSem saber que estava grávida, mãe dá à luz bebê prematuro de pouco mais de 800g
 

O menino nasceu em casa e foi levado pela mãe e avó para o Pronto-Socorro de Barra Bonita, onde foi estabilizado e entubado. De lá, percorreu cerca de 25 km na ambulância da equipe especializada até o hospital em Jaú, onde permanece internado na UTI Neopediátrica.

Segundo a equipe médica o estado de saúde dele é regular. “Os prematuros mais extremos recebem uma dieta especial, endovenosa, ou seja, na veia e tendo uma melhora , ganho de peso, a gente passa para a sonda, num período de transição, e conforme vai melhorando, passamos para alimentação normal pela boca. No caso dele, um bebê de 25 semana, o tratamento pode demorar até 3 meses”, explica Luiz Gonzaga Gerlin, médico neonatologista.

Ainda de acordo com o médico, o bebê está pesando 840 g e mede 34 cm. Ele está sendo alimentado por sonda e recebe todos os cuidados da UTI.

Segundo um dos responsáveis pela transferência do bebê, por ter sobrevivido a viagem e também ter chego no hospital com a oxigenação em 100% e frequência cardíaca regular, ele tem chances de sobreviver.

“Agora é aguardar a evolução dele, o ganho de peso, porque apesar do pouquíssimo peso, ele cabe na palma da minha mão, é um bebê que tem chances de sobrevida”, afirma o emergentista e paramédico, Jorge Manuel Germam.

A mãe de Gabriel, Rochelle Gouveia Messias, está internada no Hospital São José em Barra Bonita e pode receber alta ainda nesta segunda-feira (20).

 
Equipe especializada em transporte de pacientes críticos fez a transferência do bebê prematuro para a Santa Casa de Jaú  (Foto: German's EMS / Divulgação)Equipe especializada em transporte de pacientes críticos fez a transferência do bebê prematuro para a Santa Casa de Jaú (Foto: German's EMS / Divulgação)

G1 Bauru e Marília - 

- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados