Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Cidade antecipa casamento e formatura por médico doente

Data: / 2550 views
Cidade antecipa casamento e formatura por médico doente

Eventos aconteceram com apenas trinta minutos de diferença na capela do hospital: "Foi um dos melhores dias da vida dele", revelou a esposa do homem

Dr. Dan Harrahill, de 52 anos, mora com a família na cidade de St. Paul, em Nebraska, nos Estados Unidos. Recentemente, os moradores do município se reuniram para surpreender o homem, que está lutando contra o câncer: eles organizaram a cerimônia de casamento e a formatura de dois dos quatro filhos do médico, já que ele provavelmente não viverá o suficiente para acompanhar os eventos.

No dia 23 de março, o homem recebeu a notícia de que não viveria tempo o suficiente para ver a formatura do filho adolescente ou o casamento da filha, que aconteceriam no verão americano, ou seja, maio e junho. Apenas poucas horas após ouvirem o prognóstico nada positivo, os moradores da cidade organizaram uma campanha para promover os dois eventos no dia seguinte ao diagnóstico. O médico morreu apenas oito dias após o evento, que assistiu de sua cadeira de rodas na capela do hospital onde estava recebendo tratamento.

Harrahill foi diagnosticado com câncer de cólon em novembro de 2016. Apenas quatro meses depois, ele ficou sabendo que a doença tinha se espalhado e o tumor era inoperável. A filha do médico, Emilea, que tinha planejado seu casamento para junho de 2017, resolveu fazer uma cerimônia na capela do hospital apenas um dia após ouvir a notícia de que seu pai não sobreviveria tempo o suficiente para estar na cerimônia. Os amigos da jovem e de seu noivo encontraram flores e roupas de festa, além de convidados para o casamento — alguns, inclusive, viajaram de outros estados para comparecer ao evento.

Ao mesmo tempo que Emilea e sua família organizavam a cerimônia, os professores do colégio de Noah, o filho adolescente de Harrahill, começaram os preparativos para antecipar a formatura do filho adolescente do médico, Noah. O primeiro evento, a formatura, aconteceu às 16h30, e o casamento foi comemorado apenas 30 minutos depois. Apesar das circunstâncias, a esposa do paciente, Shelly, revelou a um jornal local: “Ele estava com um sorriso de orelha a orelha durante toda a duração do evento“, revelou o The Daily Mail

Foi um dos melhores dias da vida dele, mesmo com as circunstâncias desfavoráveis“. Shelly também contou como o apoio da comunidade foi importante para aliviar o luto da família: “Nós temos pessoas maravilhosas ao nosso redor. Nós não precisamos nos preocupar com nada. Somos muito gratos pelo apoio, orações e até refeições que recebemos dos nossos amigos. É o que está nos ajudando a superar essa perda“, desabafou.

Numa página no Facebook dedicada ao médico, antigos pacientes, amigos, colegas e familiares estão relembrando histórias carinhosas para homenagear o médico familiar. Em seu obituário, a família descreve como ele amava seu trabalho: “Dan estava sempre disposto a ajudar. Ele visitou muitos pacientes em suas casas e era conhecido por sua humildade, generosidade, humor e ética de trabalho. Seu amor por medicina era superado apenas pelo seu amor à família“, diz.

Redação VEJA São Paulo

- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados