Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Cirurgias são adiadas em Marília por baixo estoque de sangue do hemocentro da cidade

Data: / 504 views
Cirurgias são adiadas em Marília por baixo estoque de sangue do hemocentro da cidade

Para manter um estoque ideal, seriam necessários pelo menos 60 doadores por dia, mas essa quantidade não chega a 40 doadores.

Foto capa) Uma bolsa de sangue pode salvar até 4 vidas (Foto: Reprodução / TV TEM)

om o baixo estoque do hemocentro de Marília (SP) está impossível atender todos os pedidos dos hospitais e algumas cirurgias tiveram que ser adiadas. O paciente Michel tem anemia e precisou de doação de sangue, mas como não havia estoque suficiente no hemocentro, o professor Mike Bavaroti, que é amigo dele, usou as redes sociais para convencer as pessoas a doarem sangue. “A gente compartilhou na nossa página para atingir o maior número de pessoas”, conta.

A iniciativa deu certo e em pouco tempo foram vinte doadores que ajudaram a reforçar o estoque, mas não foi suficiente.

 
Michel tem anemia e precisa de doação de sangue (Foto: Reprodução/TV TEM)Michel tem anemia e precisa de doação de sangue (Foto: Reprodução/TV TEM)

Nas duas últimas semanas, o número de doadores caiu significativamente e já está afetando o estoque de bolsa de sangue. Para manter um estoque ideal, seriam necessários pelo menos 60 doadores por dia, mas essa quantidade não chega a 40 doadores.

Agora, o estoque está em nível crítico, tanto que o hemocentro está dividindo as bolsas de sangue e analisando cada pedido dos hospitais.

"Nesses últimos dias nós não estamos conseguindo encaminhar o que o hospital tem solicitado para estoque, o que vai ficar lá para atender as necessidades dele, nós estamos solicitando que o hospital justifique a necessidade do paciente para nós verificarmos a questão da urgência para fazer o encaminhamento", explica o assistente social do hemocentro Rafael José da Silva.

Os tipos O negativo e O positivo são os que mais faltam, segundo a diretora do hemocentro Doralice Tan. "O sangue O positivo é o mais frequente na população. É um sangue que usa com muita frequência e por isso tem que ter uma reserva maior. E o tipo O negativo é doador universal, então é um sangue que a gente usa bastante também. A gente tem bastante dificuldade porque tem um número menor de doadores."
 

Para doar sangue é preciso:

 

- Estar em boas condições de saúde e descanso;

- Ter entre 16 e 69 anos (menores, a partir dos 16 anos podem doar acompanhados de um dos pais ou responsável legal; maiores de 65 anos só podem doar se já doaram antes dos 60 anos);

- Pesar no mínimo 50 kg;

- Estar alimentado (mas evite ingerir alimentos gordurosos);

- Apresentar documento oficial de identidade com foto;

- Não ter tido hepatite após os 10 anos de idade;

- Não estar utilizando medicamentos;

- Não estar resfriado ou com gripe;

- Não ter tido doença de Chagas, Sífilis, Malária ou ser soropositivo de AIDS;

- Não ter feito tatuagem ou colocado piercing nos últimos 12 meses;

- Não estar grávida ou amamentando.

 

Confira o endereço de outros hemocentros da nossa região:

 

Hemocentro Regional de Marília

R. Lourival, 240 - Fragata - Marília

(14) 3402-1850

Hemonúcleo de Bauru

R. Monsenhor Claro, 888, Centro - Bauru

(14) 3234-4412 / 3227-2942

Hemonúcleo de Jaú

R. Dona Silvéria, 150 17210-080

Chácara Braz Miraglia, Jaú

(14) 3602-1355

Hemocentro de Botucatu

Unesp - Faculdade de Medicina Campus de Botucatu

Distrito de Rubião Junior - Botucatu

(14) 3811-6041 / 3814-8004

Hemonúcleo de Assis

Pça Dr. Symphronio Alves dos Santos, s/nº, Centro - Assis

(18) 3302-6023

Santa Casa de Lins

R. Nove de Julho, s/nº, Centro - Lins

(14) 3533-2500

Santa Casa de Tupã

Rua Manoel Ferreira Damião,426

(14) 3404-5555

Banco de Sangue de Ourinhos

Rua Joaquim de Azevedo 770, Vila Moraes

(14) 3302-2245

- Por G1 Bauru e Marília - 

- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados