Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Consórcio de Marília é denunciado por vítimas do 'golpe da carta contemplada'

Data: / 278 views
Consórcio de Marília é denunciado por vítimas do 'golpe da carta contemplada'

Cerca de 40 consumidores registraram reclamação no Procon. Empresa diz que vai averiguar as reclamações. Polícia abriu inquérito para investigar caso

ma empresa de consórcios de Marília (SP) vem sendo alvo de várias denúncias no Procon da cidade por parte de consumidores que a acusam de praticar uma espécie de “golpe da carta contemplada”. Pelo menos 40 pessoas já registraram o caso no órgão de defesa do consumidor.

A maioria dos consumidores se diz enganada pela empresa, que prometia em anúncios na internet uma carta de crédito contemplada. Para isso, os interessados teriam de pagar um valor a título de antecipação, mas após o depósito feito a tal carta que garantiria o crédito para a compra de um bem (automóvel, casa, por exemplo) não era entregue.

Em nota, a empresa Jockey informou que não foi notificada sobre as acusações, vai averiguar cada reclamação e irá devolver o dinheiro para os clientes.

 
Contrato de adesão era vendido com promessa de contemplação sem sorteio, o que não ocorria (Foto: Reprodução / TV TEM)Contrato de adesão era vendido com promessa de contemplação sem sorteio, o que não ocorria (Foto: Reprodução / TV TEM)

Além do dinheiro antecipado, muitos consumidores ainda ficaram com dívidas, pois boa parte deles recorreu e um empréstimo pessoal para conseguir o valor da entrada. Como os casos vinham se repetindo com certa frequência, muitos deles foram parar na polícia, que abriu inquérito para investigar essa modalidade de negócio.

Representantes da empresa se reuniram com alguns clientes para tentar resolver a situação. Na conversa, que foi gravada por um deles, o gerente aparece propondo que os clientes façam uma carta para retirar as queixas do Procon.

A reportagem da TV TEM teve acesso à gravação feita por uma vítima. Segundo ela, o atendente da empresa vende o consórcio com data para liberar o valor, sem necessidade de sorteio.

Sobre o funcionário que aparece na gravação, a empresa disse que vai abrir uma sindicância interna e se ficar comprovada a má-fé, ele será demitido.

 
Guilherme Moraes, coordenador do Procon de Marília:

Guilherme Moraes, coordenador do Procon de Marília: "Tudo o que for prometido, precisa estar no contrato" (Foto: Reprodução / TV TEM)

O Procon está registrando todas as queixas e orienta os consumidores a verificarem se tudo o que foi prometido na oferta consta do contrato.

"A aquisição ou a venda de cartas contempladas é licita, desde que absolutamente informado para o consumidor e que conste no contrato. O problema em Marília e região é a comercialização de cotas não contempladas com a falsa informação da contemplação em determinado período. São 40 registros e isso ligou pra nós o alerta", disse Guilherme Moraes, coordenador do Procon de Marília.

- G1 Bauru e Marília - 

 
- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados