Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Criança de 3 anos é internada após ser picada por escorpião

Data: / 339 views
Criança de 3 anos é internada após ser picada por escorpião

Garota chegou a unidade de saúde vomitando, mas recebeu doses de soro antiescorpiônico e se recupera bem, segundo boletim médico. Na região, duas crianças morreram após picada do animal.

Uma criança de 3 anos foi picada no pé por um escorpião em Bauru (SP), nesta sexta-feira (17), mas acabou socorrida rapidamente e se recupera no Hospital Estadual de Bauru (HEB).

Segundo informações do Samu (Serviços de Atendimento Móvel de Urgência), que transferiu a criança para o HEB, o ataque aconteceu no bairro Santa Cândida, na zona norte da cidade.

Segundo a mãe da menina, o ataque foi feito por um escorpião amarelo, considerado um dos mais perigosos. O animal teria sido morto pela própria mãe da criança.

A menina foi levada pela mãe até a UPA (Unidade de Pronto-Atendimento) do Jardim Bela Vista. A criança chegou vomitando e com sonolência. Segundo o Samu, a vítima recebeu cinco ampolas do soro antiescorpiônico.

Após apresentar melhora, a menina foi levada para a UTI pediátrica do HEB. Segundo boletim médico divulgado no início da noite pelo Hospital Estadual, a menina deu entrada em bom estado geral de saúde, estável hemodinamicamente, e segue em observação à espera do resultado de exames”.

 

Casos graves

A região Centro-Oeste Paulista registrou este ano dois casos fatais envolvendo crianças que foram atacadas por escorpiões.

Em abril, um garoto de 6 anos morreu após ser picado por um escorpião em Barra Bonita. O ataque aconteceu no quintal de sua casa e o menino morreu cerca de três horas depois do acidente. Ele precisou ser transferido para Jaú porque o hospital em Barra Bonita não tinha o soro.

Em julho, o acidente fatal aconteceu em Cabrália Paulista, cidade onde uma menina de 4 anos morreu ao ser picada por escorpião também no quintal de sua casa. Ela foi socorrida pela mãe, mas precisou passar por outras duas cidades da região até receber o atendimento recomendado.

- G1 Bauru e Marília - Atualizado

- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados