Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Crime da Vale: mortes sobem para 134 e desaparecidos são 199

Data: / 177 views
Crime da Vale: mortes sobem para 134 e desaparecidos são 199

Último levantamento divulgado pela Defesa Civil apontava 121 mortes; até o momento, 120 corpos foram identificados

Foto - Quase 200 pessoas permanecem desaparecidas -Adriano Machado/Reuters

Subiu para 134 o número de mortos após o rompimento da barragem da Vale, em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte. O último boletim divulgado pela Defesa Civil indicava 121 mortes.

Leia também: Dono de drone sem autorização de voo é preso em Brumadinho

Em entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira (4), o órgão confirmou que 199 pessoas ainda estão desaparecidas. Dos 134 corpos localizados, 120 foram identificados por exames realizados pela Polícia Civil.

Ainda de acordo com a Defesa Civil, há 105 desabrigados e seis pessoas hospitalizadas.

11º dia de buscas

O tenente Pedro Aihara, porta-voz do Corpo de Bombeiros, confirmou que as buscas na “zona quente” do rompimento da barragem da Vale já foram retomadas. Devido a chuva forte que atingiu Brumadinho na madrugada desta segunda-feira (4), os trabalhos tinham sido suspensos no local.

Oficiais também realizam buscas no Rio Paraopeba. No último sábado (2), agentes do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) encontraram dois corpos no rio e, de acordo com Aihara, existe a possibilidade da localizar vítimas na região.

— Quando chove, acontece o movimento da onda de lama. Existe a possibilidade de alguns corpos que estavam na região limítrofe, entre a área inundada pela lama e o rio Paraopeba, serem encontrados.

A partir desta segunda (4), 15 máquinas pesadas auxiliam nas buscas por toda área, 10 a mais do que era utilizado até então. Os equipamentos são usados especialmente mais próximo da margem, no limite do rejeito com a área seca.

Cerca de 400 pessoas compõem o efetivo do 11º dia de buscas, sendo 200 militares de Minas Gerais, 100 de outros Estados, 64 da Força Nacional e cerca de 40 voluntários, que percorrem a “área morta”.

Crime da Vale: mortes sobem para 134 e desaparecidos são 199

- Ana Gomes, do R7 -

- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados