Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Deficientes visuais visitam centro de terapia com animais: 'amor pela vida'

Data: / 274 views
Deficientes visuais visitam centro de terapia com animais: 'amor pela vida'

Atividade ajuda desenvolver a autoconfiança em Agudos (SP). Um dos participantes perdeu a visão e olfato após acidente.

Um grupo de 13 deficientes visuais viveu uma experiência diferente em Agudos (SP): eles visitaram um centro de terapia animal e com a ajuda de cavalos, puderam viver experiências que ajudam a desenvolver a autoconfiança e a lidar melhor com as limitações.

Essa atividade faz parte de um projeto social desenvolvido por voluntários, e uma das participantes é a Solange Silva. Ela tem 61 anos, mas foi aos 40 que descobriu que nasceu com uma doença chamada retinose pigmentar progressiva. “Quando eu descobri que estava perdendo a visão, eu estava com 20%. Hoje se eu enxergar é 1%. Eu consigo ver vultos apenas”, explica.

E a passos lentos, se apoiando uns nos outros, os visitantes caminharam para a pista que foi cuidadosamente preparada para recebê-los. E quando um consegue subir nos cavalos, o grupo todo faz a festa. “Atividades como essas, melhoram a autoconfiança deles. O cavalo transmite tranquilidade muito grande para e Além disso, o animal não tem preconceitos. Ele aceita qualquer tipo de pessoa, independentemente da idade ou da deficiência”, diz a fisioterapeuta Isis Carolina.

Deficientes visuais visitam centro de terapia com animais: Grupo visitou o centro de terapia com animais de
Agudos (Foto: Reprodução / TV TEM)

Bruno Souza tem 20 anos, mas aos 18 ele perdeu totalmente a visão e o olfato em um acidente de moto. Depois de andar a cavalo, ele declara sua paixão pela vida. “Meu sentimento depois desse momento é de amor pela vida”.

O Centro de Terapia Assistida por Animais atende crianças, adolescentes e adultos com o objetivo de melhora social, emocional e cognitiva dos pacientes com algum tipo de deficiência ou problemas psicológicos. Mais informações sobre a iniciativa podem ser obtidas pelos telefones: (14) 991568914 / 997078804 ou na página do projeto na internet. (G1 Bauru e Marília)

- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados