Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Dez estrelas de novelas que se foram cedo demais

Data: / 2311 views
Dez estrelas de novelas que se foram cedo demais

Relembre grandes atrizes de novelas que já nos deixaram

Elas brilharam na telinha em novelas, tornaram-se símbolos em suas gerações, e acabaram partindo cedo demais. Relembre algumas musas de novelas que já foram para o andar de cima.

•    Sandra Bréa
Uma das grandes divas das novelas dos anos 70 e 80, entre elas O Bem Amado (Globo – 1973), Escalada (Globo – 1975) e Ti Ti Ti (Globo – 1985). Nos deixou em maio de 2000, aos 47 anos.

Sandra Bréa (acervo/Divulgação)

•    Glauce Rocha
Fez grandes novelas, como Véu de Noiva (Globo – 1969), Irmãos Coragem (Globo – 1970) e Hospital (Tupi – 1971). Atriz engajada na luta contra a censura nos anos 70, se entregava demais ao trabalho na televisão e no teatro, muitas vezes trocando uma noite de sono por mais ensaios e aperfeiçoamentos. Adorava o que fazia, mas morreu precocemente de infarto aos 40 anos, em 1971.

Glauce Rocha (acervo/Divulgação)

•    Claudia Magno
Fez 15 novelas de 1982 a 1994, entre elas Final Feliz (Globo – 1982), Tieta (Globo – 1989) e O Dono do Mundo (Globo – 1992), além do filme de grande sucesso Menino do Rio (1981). Faleceu em 1994, aos 36 anos.

Cláudia Magno (Acervo/Divulgação)

•    Dina Sfat
Grande atriz de cinema e televisão, foi casada com o ator Paulo José. Fez inúmeros trabalhos nas TVs Tupi, Excelsior, Record e Globo, destacando-se nas novelas Selva de Pedra (Globo – 1972), O Astro (Globo – 1977) e Bebê a Bordo (Globo – 1988), seu último trabalho na TV. Nos deixou aos 49 anos, em 1988.

Dina Sfat (Acervo)

•    Leila Lopes
Seu papel mais conhecido é o da Professorinha Lu em Renascer (Globo – 1993), mas teve também participações em Tropicaliente (Globo – 1994) e O Rei do Gado (Globo – 1996). Em 1997 fez um ensaio fotográfico para a Playboy, e em 2008 participou de uma produção erótica para a produtora Brasileirinhas. Ela se suicidou em 2008, aos 50 anos de idade.

Leila Lopes (Acervo/Divulgação)

•    Betty Lago
Modelo consagrada internacionalmente, depois atriz de cinema e TV, e ainda apresentadora. A multi-talentosa Betty Lago teve ótimos papeis em novelas, como  Quatro Por Quatro (Globo – 1994) e Uga Uga (Globo – 2000). Ela faleceu em 2015, aos 60 anos.

Betty Lago (Acervo/Divulgação)

•    Thaís de Andrade
Revelada no programa do Moacyr Franco na Globo nos anos 70, ela logo foi para as novelas. Se destacou em Locomotivas (Globo – 1977), Pai Herói (Globo – 1979) e Chega Mais (Globo – 1980). Fez também novelas no SBT e até participou do A Praça é Nossa. Faleceu em 1996, aos 39 anos de idade.

Thaís de Andrade (Acervo/Divulgação)

•    Heloísa Millet
Bailarina profissional, acabou sendo convidada a fazer novelas depois de integrar o grupo de dança da abertura do Fantástico, em 1976. Entre outras, fez  Estúpido Cupido (Globo – 1976), Espelho Mágico (Globo – 1977) e Feijão Maravilha (Globo – 1988). Afastou-se da televisão ainda nos anos 80, mas fez um trabalho no cinema em 2003. Faleceu em 2013, aos 64 anos.

Heloísa Millet (Acervo/Divulgação)

•    Monique Alves
Atriz de novelas nos anos 80 e 90, ela foi casada com o ator/diretor Dennis Carvalho. Teve participações em Sétimo Sentido (Globo – 1982), Partido Alto (Globo – 1984) e Meu Bem Meu Mal (Globo – 1990), entre outras. Faleceu de leucemia em 1994, aos 32 anos.

Monique Alves (Acervo/Divulgação)

•    Daniella Perez
Filha da autora Glória Perez, Daniella teve uma curta carreira na televisão. Estreou em Kananga do Japão (Manchete – 1989), e logo depois foi para a Globo, onde fez Barriga de Aluguel (1990), O Dono do Mundo (1991) e De Corpo e Alma (1992). Foi assassinada em 1992, aos 22 anos,  por seu colega de elenco Guilherme de Pádua e a esposa dele, Paula Tomaz.

Daniella Perez (Acervo/Divulgação)

- VEJA São Paulo - Por Roosevelt Garcia

- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados