Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Duas mulheres ligadas a ataques em Guararema (SP) são presas pela PM

Data: / 225 views
Duas mulheres ligadas a ataques em Guararema (SP) são presas pela PM

Segundo a Polícia Militar Ambiental, as suspeitas tentavam resgatar homem envolvido no assalto. Agora, são seis presos. Há entre cinco e dez foragido

Suspeitas foram abordadas por PMs em estrada - Divulgação/PM

Duas mulheres suspeitas de ter envolvimento indireto com o grupo criminoso que atacou duas agências bancárias em Guararema, na região metropolitana de São Paulo, foram presas nesta sexta-feira (5) por uma equipe do 1º Batalhão de Polícia Ambiental do Estado. 

De acordo com a Polícia Militar, as mulheres tentavam resgatar um suspeito que havia se escondido na mata desde a ação, ocorrida na madrugada da última quinta-feira (4). As suspeitas estavam em um carro e foram abordadas na Estrada Municipal Hércules Campagnoli, depois que policiais desconfiaram das suas atitudes.

 
As duas mulheres foram encaminhadas ao Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais), na capital paulista, para onde também foi levado o suspeito detido pela manhã. 

Ataque assustador

O ataque assustou os cerca de 29 mil moradores da cidade, situada a cerca de 80 km da capital paulista. Autoridades da segurança pública paulista calculam que o crime tenha sido cometido por um grupo que reuniu entre 20 e 30 pessoas.

A ação de equipes da Rota (Rondas Ostensivas Tobias Aguiar) e do COE (Comando de Operações Especiais) resultaram na morte de 11 outros suspeitos em confronto com equipes da PM. Ainda há entre cinco e dez foragidos.

Assalto era monitorado

Os criminosos utilizaram armamento pesado e explosivos para atacara unidades do Santander e do Banco do Brasil, localizadas no centro de Guararema. No entanto, o planejamento do assalto era monitorado pelo GAECO (Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado) do Ministério Público de São Paulo.

- Cesar Sacheto, do R7 - 

- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados