Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Em caso raríssimo, menina nasce com bolsa amniótica na cabeça

Data: / 284 views
Em caso raríssimo, menina nasce com bolsa amniótica na cabeça

O "nascimento bolha" é tão extraordinário que apenas um caso é registrado a cada 80 000 partos nos Estados Unidos

O casal Rachael Nate Burow, de 23 e 29 anos de idade, ficou chocado ao descobrir que a caçula da família, Annabelle, nasceu com a bolsa amniótica em volta da cabeça — o “nascimento bolha” é tão raro que apenas um caso é registrado a cada 80 000 nascimentos. Normalmente, o saco amniótico, que é conectado à placenta e é responsável por fornecer oxigênio aos bebês, se rompe naturalmente ao fim da gestação – o tão conhecido “estouro da bolsa”.

O saco amniótico ao redor da cabeça de Annabelle, no entanto, não estourou mesmo depois que os médicos fizeram uma pequena incisão na membrana enquanto Rachel dava à luz a filha durante uma cesariana. Nate conseguiu registrar os momentos de tensão em fotos impressionantes. A menina nasceu saudável no dia 21 de fevereiro de 2018, pesando 3,6 quilos.

Rachael e Nate, que estão comemorando a chegada da nova criança da família, acreditam que o parto dramático de Annabelle teve um quê milagroso: “Tudo aconteceu tão rapidamente. A Rachel não conseguia ver o que estava acontecendo porque ela estava atrás de uma pequena cortina e ainda sentindo o efeito dos sedativos. Mas eu estava do outro lado assistindo à cirurgia“, contou Nate ao The Daily Mail. “Quando eles começaram a puxar coisas do estômago dela, essa bolha saiu e, num primeiro momento, achei que eram algum dos órgãos dela. Eu sabia que isso não era normal porque assisti à cesária do meu filho de 17 meses e não vi nada como aquilo“. Confira: 

As enfermeiras estavam ajudando o médico e muito empolgadas, apontando para a bolha, mas eu estava confuso porque não sabia o que eu estava olhando“, relembra Nate. Preocupado, o paizão resolveu questionar se tudo estava bem. “A enfermeira nem respondeu, ela apenas disse ‘rápido, tire uma foto’. Então eu peguei a minha câmera e fiz alguns cliques“, disse. “Após fazer os registros pedidos, voltei para fazer companhia para Rachel. Eu queria que ela ficasse tranquila“.

Houve muito empurra-empurra e ela saiu, simples assim. Eu não tenho certeza se eles abriram o saco amniótico ou se a tiraram de lá. Estou tão feliz que registrei o momento com a câmera. Nós estamos muito felizes por ela estar aqui“, contou o rapaz. “O meu médico disse que isso é muito raro e definitivamente foi uma surpresa para todos nós“, conta Rachel. “Fiquei chocada ao ver as fotos. É completamente incrível“.

Rachel compartilhou o parto de Annabelle com seus amigos no Instagram. No perfil, ela também documenta sua jornada como mãe de uma menina recém-nascida e de um menino de 17 meses, Isaiah.

Por Redação VEJA São Paulo - 5 mar 2018, 18h07

- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados