Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Entrevias registra 263 incêndios às margens de rodovia

Data: / 95 views
Entrevias registra 263 incêndios às margens de rodovia

Ponta de cigarro, queima de lixo e queimadas irregulares para fins agrícolas são as principais causas de ocorrências

A Entrevias Concessionária de Rodovias registou 263 ocorrências de incêndio em áreas próximas às rodovias sob sua administração, entre os municípios de Florínea e Igarapava.  Os números correspondem ao período entre junho e outubro e foram catalogados durante a operação Corta-Fogo, coordenada pela Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo). O programa de prevenção é da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e envolve diversos órgãos, como Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, entre outros.

Uma das principais causas de queimadas nas rodovias é o lançamento de pontas de cigarros pelas janelas dos veículos. O material ainda aceso pode servir para iniciar o incêndio na vegetação seca. Outros fatores são a utilização de fogo para limpeza de terrenos, queima de lixo, fogueiras e queimadas para fins agrícolas não autorizadas. Nas faixas de domínio das rodovias, boa parte dos focos é provocada pela própria população vizinha à estrada ou transeuntes, principalmente nas áreas mais próximas aos aglomerados urbanos.

Na região de Marília e Assis, que compreende as rodovias SP-333 e SP-294, a Entrevias registrou 154 casos. Só o município de Marília corresponde à metade dos números conferidos pela Concessionária, 77 ocorrências. Na SP-333 foram 54 casos.

Na região de Ribeirão Preto, de Bebedouro a Igarapava, em trechos da SP-330, SP-322, SP-351, SP-328 e estradas vicinais, equipes de operação da concessionária atuaram em 109 focos de incêndios. Apenas no município de Ribeirão Preto foram registrados 32 casos. Durante o período, a SP-322 aparece no topo das áreas de maior incidência, com nove ocorrências registradas.

Cenário

O período concentra mais da metade dos registros de queimadas às margens das rodovias concedidas. Em todo o Estado, de acordo com números da Secretaria de Meio Ambiente, foram registrados 5.379 focos de incêndio até outubro, contra 3.193 do ano anterior. Só em setembro, 2.868 focos foram contabilizados, o maior número já registrado em um único mês desde o início da série histórica medida pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), em 1998.

O perímetro urbano das rodovias reúne o maior número de queimadas. “O fogo se espalha com mais rapidez na vegetação seca, gerando uma fumaça muito densa. A conscientização dos motoristas e da população é muito importante, principalmente para evitar acidentes”, explica Fábio Ortega, gestor de segurança viária da Entrevias. A incidência de fogo às margens da rodovia compromete a segurança dos motoristas. A fumaça prejudica a visibilidade, mesmo durante o dia, e pode provocar acidentes.

Ao avistar indícios de queimada em áreas próximas à rodovia, o motorista pode acionar o atendimento da Entrevias pelo 0800 3000 333. Ao volante, o condutor deve fechar os vidros do veículo, manter distância segura do veículo da frente, trafegar com farol baixo aceso e não parar na faixa de rolamento.

rafael@letteracomunicacao.com.br- Ribeirão Preto, 22 de novembro de 2018. 

- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados