Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

‘Este dia não é só meu’: Luiza Brunet 'dedica' condenação de seu ex-marido a todas as mulheres

Data: / 398 views
‘Este dia não é só meu’: Luiza Brunet 'dedica' condenação de seu ex-marido a todas as mulheres

O empresário Lírio Parisoto foi condenado a um ano de prisão por agressão a Luiza Brunet quando os dois eram casados

Foto capa) Luiza Brunet acusou o seu ex-namorado, Lírio Parisoto, de agredi-la em maio do ano passado Foto: Iara Morselli/ Estadão

 

A modelo Luiza Brunet usou as redes sociais para comemorar a sentença do Tribunal de Justiça de São Paulo que condenou seu ex-marido, o empresário Lírio Parisoto, por agredi-la. A modelo ainda dedicou a sentença a todas as mulheres.

“Difícil dizer o que sinto. Mas é um dia que me deixa realizada, com o coração pacificado e uma sensação de ter ido no caminho certo”, foi o que escreveu Luiza em sua conta nas redes sociais.

Desde que tornou o crime público, a atriz incentivou as mulheres a não se silenciarem. Agora, ponderou que o resultado do julgamento representa uma vitória nessa luta: “É um momento muito maior pelo que significa para tantas mulheres na mesma condição. Não existe aqui a Luiza. Existem mulheres”. 

Ela ainda aproveitou a sentença para elogiar a Lei Maria da Penha: “[Após o julgamento] existe a minha imensa felicidade pelo funcionamento da Justiça. Dessa incrível Lei Maria da Penha”.

Em suas redes sociais, o empresário condenado ressaltou que foi absolvido em duas das três acusações que havia contra ele. Lírio Parisoto afirmou que vai recorrer da condenação e que tem “certeza de que a verdade prevalecerá”.

 

Luiza Brunet terminou a postagem agradecendo todo o apoio que recebeu dos internautas e convocou as mulheres a lutarem pelo fim do crime de agressão contra a mulher: “Não se calem mulheres. Vamos mudar essa situação. Não acaba aqui”.

Confira a postagem de Luiza Brunet:

Difícil dizer o que sinto. Mas é um dia que me deixa realizada, com o coração pacificado e uma sensação de ter ido no caminho certo. Não foi fácil me expor e conviver com as marcas dessa violência. Mas há algo maior. Este dia  dia  não é só meu - que atravessei esse  doloroso caminho pessoal até aqui e precisei romper  tantos medos. É um momento  muito maior pelo que  significa para tantas mulheres na mesma condição. Não existe aqui a Luiza. Existem mulheres. Existe a minha imensa felicidade pelo funcionamento da  justiça. Dessa incrível Lei Maria da Penha. Não se calem mulheres. Vamos mudar essa situação. Não acaba aqui.  Vocês me inspiraram sempre com seu apoio e sua força. E o que tenho a dizer se resume a uma palavra: gratidão. #CoragemPraMudar #NãoSeCale #UnidasSempre #Gratidão
 
GostoComentar
4 098 gostos
  • luizabrunetDifícil dizer o que sinto. Mas é um dia que me deixa realizada, com o coração pacificado e uma sensação de ter ido no caminho certo. Não foi fácil me expor e conviver com as marcas dessa violência. Mas há algo maior. Este dia dia não é só meu - que atravessei esse doloroso caminho pessoal até aqui e precisei romper tantos medos. É um momento muito maior pelo que significa para tantas mulheres na mesma condição. Não existe aqui a Luiza. Existem mulheres. Existe a minha imensa felicidade pelo funcionamento da justiça. Dessa incrível Lei Maria da Penha. Não se calem mulheres. Vamos mudar essa situação. Não acaba aqui. Vocês me inspiraram sempre com seu apoio e sua força. E o que tenho a dizer se resume a uma palavra: gratidão. #CoragemPraMudar #NãoSeCale

O empresário também se pronunciou através de sua conta nas redes sociais:

Relembrado velhas verdades: 
Prometi que usaria este canal para esclarecer um episódio desagradável da minha vida, à meus seguidores, aqui esta:
Fui vítima de três acusações:
1) agressão num barco em viagem, na verdade eu que fui agredido a acusação não prosperou, muita cara de pau, muito obrigado Dr Promotor Gaya;
2) lesão num dedo, considerada grave, acabei de ser absolvido, história sem nexo algum, mentiras de duas Patranheiras, muito obrigado Dra Juíza Elaine Cavalcante pela lucidez e isenção que avaliou este caso;
3) sobrou a suposta lesão em NY, foi considerada leve, ou seja a menor possível, mas ainda assim não condiz com os fatos, fui condenado a um ano de serviços comunitários, irei recorrer tenho certeza que a verdade prevalecerá. Aliás fazer serviço comunitário seria um prazer, já faço muita ajuda comunitária. Não vou me delongar no assunto, quem tiver interesse está tudo escrito nas datas deste triste episódio aqui neste canal, só conferir, nada mudei. Atentem para o financeiro. Portanto, muita paz e companheirismo, só assim o amor sobreviverá e vencerá. Adoro vcs, obrigado pela força.                     </div>
                </div><!-- /single post -->
                <span> <i class= - Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados

Quem Somos

Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Email: contato@vivamarilia.com.br

Facebook

Google Plus

Newsletters

Se inscreva para receber nossos e-mails.

Redes Sociais