Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Ex-marido de corretora morta planejou crime por três meses

Data: / 461 views
Ex-marido de corretora morta planejou crime por três meses

A corretora de imóveis Karina Garofalo, de 53 anos, foi morta a tiros dentro do próprio carro

O Grupo de Combate a Homicídios de Mulheres do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MP-RJ) acusou Pedro Paulo Pereira Júnior de ser o mandante do crime da ex-mulher, a corretora de imóveis Karina Garófalo. Segundo a promotora Olímpia Lupi Santos Coelho, ele teria planejado o crime por três meses. As informações são do G1.

Além de Pedro, outras duas pessoas formam acusadas de participação no crime. O primo dele, Paulo Maurício Barros, foi apontado como autor dos disparos e Hamir Feitosa  Todorovic, teria vigiado a rotina da corretora de imóveis.

O Caso

A corretora de imóveis Karina Garofalo, de 53 anos, foi morta a tiros dentro do próprio carro, logo após sair de casa, na Barra da Tijuca (zona oeste do Rio) no dia 15 de Agosto de 2018. O atirador desceu de um veículo Renault preto, atirou e conseguiu fugir.

Karina foi morta na frente do filho de 11 anos na Barra da Tijuca. Os três acusados foram denunciados por homicídio qualificado e feminicídio pelo MP-RJ. A pena varia de 12 a 30 anos de prisão. Mas pode aumentar por causa de uma série de agravantes. Um deles é que o assassinato foi na frente do filho.

Os promotores destacaram também na denúncia que o ex-marido agiu por vingança. E que o ódio foi potencializado depois que Karina ficou noiva.

- ISTO É - 14/09/18 - Atualizado 16h48

- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados