Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Governo do Estado volta atrás sobre pedágio entre Marília e Pompeia

Data: / 315 views
Governo do Estado volta atrás sobre pedágio entre Marília e Pompeia

Mudança do local do pedágio foi discutida na noite de terça-feira (30) pela prefeita Tina Januário e pelo secretário do Desenvolvimento Regional do Governo de SP, Marcos Vinholi

A prefeita Tina Januário conseguiu na manhã desta quarta-feira (31) a confirmação de que o pedágio previsto no edital de concessão da SP 294 não mais será instalado entre Marília e Pompeia. O primeiro local cogitado pelo Governo para a praça de cobrança foi o quilômetro 490, entre Paulópolis e Pompeia, mas a possibilidade foi logo descartada, após intervenção da prefeita Tina Januário e de empresários locais que se reuniram com representantes do Palácio dos Bandeirantes e rejeitaram a possibilidade formalmente por meio do ofício GP nº 091/2019, de 7 de março. 

A articulação do governo municipal, com importante apoio do Grupo Jacto, foi no sentido de deslocar o pedágio para o trecho da serra de Quintana, depois de Paulópolis (vila de Pompeia). Por isso, o edital de concessão de concorrência internacional que indicou instalação de pedágio no quilômetro 477 da SP 294 surpreendeu o governo municipal, que logo se mobilizou, confiante na retificação da informação, o que se confirmou. A prefeita Tina Januário e o secretário do Desenvolvimento Regional do Governo de SP, Marcos Vinholi, discutiram o assunto na noite de ontem (30) e hoje pela manhã um novo contato foi realizado após Vinholi informar à prefeita que avançara no diálogo com o governador. 

Por meio de ligação, o secretário confirmou para a prefeita que conseguiu aprovar com o Governador a mudança do edital e a mudança do local para a instalação do pedágio que deve ser confirmado até o início da tarde. A expectativa é que a opção pela serra de Quintana seja confirmada. 

A prefeita Tina Januário participou de evento no Palácio dos Bandeirantes, no dia 11 de julho, quando assinou convênio que contempla Pompeia com R$ 223,6 mil para investimento na zona rural. Na ocasião, em reunião com o então governador em exercício Rodrigo Garcia, a prefeita também recebeu a confirmação de que o Governo do Estado de São Paulo decidiu acatar demandas de Pompeia sobre o contorno da Rodovia SP-294.

Após o anúncio de uma série de investimentos na Rodovia como parte de um pacote de concessões feito pelo Governo em fevereiro deste ano, a prefeita Tina e empresários da cidade logo se mobilizaram para defender os interesses do Município em relação ao contorno da Via Expressa que corta o centro da cidade - uma antiga reivindicação. O projeto inicial do Governo do Estado, que ficou em fase de consulta pública até o dia 20 de março, já previa o desvio do tráfego que hoje passa pelo perímetro urbano de Pompeia, o que deve garantir mais segurança viária e melhorias no fluxo local de veículos. Porém, a documentação da ARTESP apontava o plano de serem construídos dois contornos, um contornando a cidade de Pompeia e outro contornando a Vila de Paulópolis, o que foi questionado pela Prefeitura por meio do ofício GP nº 091/2019, de 7 de março. A proposta do Município foi no sentido de que seja construído um só contorno por Pompeia e por Paulópolis, com início no km 477 e fim no km 493 da rodovia.

Uma comitiva de Pompeia composta pela prefeita Tina Januário, pelos empresários Takashi Nishimura e Chikao Nishimura, pelo engenheiro Rubens Tanabe e o ex-prefeito Vinho Januário esteve reunida com o vice-governador Rodrigo Garcia, o Deputado Federal Geninho e o assessor Hélio Benetti, no Palácio dos Bandeirantes, ainda em março. A prefeita e os empresários argumentaram sobre a importância de não serem impostos obstáculos à integração entre Paulópolis, que é uma Vila do município de Pompeia, e a cidade sede, principalmente para não prejudicar os moradores que lá residem e que trabalham na cidade, sobretudo por causa das indústrias.

“Fomos muito bem recebidos em São Paulo pelo vice-governador e sua assessoria, em especial o Hélio Benetti, que conhece muito a realidade de Pompeia e região e que foi fundamental para que o encontro ocorresse e fosse tão bem-sucedido. Estivemos lá com representantes do Grupo Jacto, como o Takashi Nishimura, da Brudden, o Chikao Nishimura e o engenheiro Rubens Tanabe, que também foram fundamentais na articulação para a conquista do contorno. A Jacto já está presente em Paulópolis, tem planos de expansão pela vila no curto prazo e seria prejudicada caso fossem criados obstáculos à ligação entre Paulópolis e Pompeia. Apresentamos nossas propostas e solicitações de forma conjunta e ficamos felizes por agora termos a garantia de que nenhum pedágio será instalado aqui. Além disso, o contorno será muito bem-vindo. 

A SP-294 atravessa a cidade de Pompeia e no perímetro urbano passa por ruas simples e estreitas, que possuem vários cruzamentos, semáforos, 19 obstáculos, (quebra-molas), e que causam grande estresse e desconforto para os que dela se utilizam. Além disso, falta manutenção por parte do DER, que é o responsável. Diariamente trafegam pelo nosso Município aproximadamente 10.000 veículos, muitos caminhões pesados que danificam a massa asfáltica, deixando as nossas vias públicas cheias de buracos, borrachudos que invadem as calçadas e que provocam grandes desníveis, trincas e rachaduras devido à vibração. 

Todo esse trânsito passa ao lado de várias indústrias, de duas escolas, posto de saúde, parque infantil, ginásio de esportes, estádio de futebol e da Igreja Matriz, ocasionando riscos à nossa comunidade, por isso o contorno da via expressa é uma demanda antiga do Município que esperamos que seja realizado o mais rápido possível”, comentou a prefeita Tina.
 
- Portal NC - 31/07/2019 - 11:26 hs
- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados