Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Haja licença poética: parto de novela não tem cordão nem sangue

Data: / 520 views
Haja licença poética: parto de novela não tem cordão nem sangue

Com Ritinha em ‘A Força do Querer’, Gloria Perez tinha a chance de se redimir do parto com shortinho de Morena em ‘Salve Jorge’. Mas não foi dessa vez

Jeiza (Paolla Oliveira) saca e coloca as luvas diante de uma suada Ritinha (Isis Valverde) (Reprodução/TV Globo)
 
Jeiza (Paolla Oliviera) acerta a posição do bebê para o parto (Reprodução/TV Globo)

Cirurgia concluída, a policial-lutadora-de-MMA-e-parteira entregou o filhote – um senhor bebê – à mãe, sem qualquer menção ao cordão umbilical. Depois, para fechar a sequência, Ritinha foi para casa, e não atrás de um médico ou de um hospital, como seria sensato, digamos.

Jeiza (Paolla Oliveira) com o bebê de Ritinha (Isis Valverde) nos braços e as luvas incrivelmente brancas (Reprodução/TV Globo)
 
Ritinha (ísis Valverde) com seu pimpolho no colo. No canto direito, as luvas imaculadamente brancas da parteira Jeiza (Paolla Oliveira) (Reprodução/TV Globo)

Gloria Perez tinha, com o parto de Ritinha, a chance de se redimir do erro que cometeu em Salve Jorge, quando a protagonista Morena (Nanda Costa) pariu sozinha em uma gruta em Instambul, sem nem mesmo tirar o shortinho que obstruía a passagem do bebê. E a novelista virou piada nas redes sociais. Não foi dessa vez, porém, que a dramaturga seguiu a cartilha da realidade. Gloria preferiu investir de novo na licença poética. E virou de novo piada nas redes.

- VEJA.com - Maria Carolina Maia - 1 jun 2017, 09h21 - 

- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados