Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Homem que matou três mulheres na frente de criança é condenado a 78 anos de prisão

Data: / 476 views
Homem que matou três mulheres na frente de criança é condenado a 78 anos de prisão

João Paulo Barros de Oliveira, de 25 anos, vai responder por homicídio triplo

homem que matou três mulheres em Bauru (SP) na frente de uma criança de 5 anos em janeiro do ano passado foi condenado a 78 anos e um mês de prisão de prisão.

João Paulo Barros de Oliveira, de 25 anos, matou a namorada, a cunhada e a sogra de 72 anos a pauladas e facadas. Ele foi a júri popular nesta quinta-feira (11) e a condenação foi divulgada depois de quase 11 horas de julgamento.

João Paulo foi condenado por homicídio triplo por motivo fútil, sem direito à defesa, e um dos homicídios com agravante de ocultação de outro crime. Também por ofender a integridade da criança que assistiu ao crime e dano qualificado.

 

Motivação

 

De acordo com a polícia, o crime teria sido motivado por ciúmes. A defesa do réu alegou insanidade mental de João Paulo. “Eu aleguei violenta emoção, visto que ele havia pego várias mensagens da vítima e que surgiu um desentendimento entre ambos. Nós vamos recorrer, mas essas decisão já era esperada”, explica a advogada Janete da Silva Salvestro.

Ele foi levado para a penitenciária de Balbinos onde já está trabalhando. A advogada acredita que ele vai conseguir uma redução de pena.

 
Suspeito de triplohomicídio em Bauru foi preso em uma floricultura (Foto: Reprodução/TV TEM)Suspeito de triplohomicídio em Bauru foi preso em uma floricultura (Foto: Reprodução/TV TEM)

 

Relembre o caso

Três mulheres foram encontradas mortas com sinais de violência, na Vila Industrial, em Bauru, no dia 19 de janeiro do ano passado. O suspeito foi preso na floricultura onde trabalhava e, de acordo com a polícia, ele confessou o assassinato da namorada Patrícia Pamela Peixoto, de Cristiane Lopes Vendramini e de Damiana Pereira Lopes, de 72 anos.

A filha de Cristiane, de apenas cinco anos, presenciou o assassinato e chamou os vizinhos e o avô, de 90 anos, que é deficiente auditivo.

Quando os policiais chegaram na casa a menina estava em choque, mas conseguiu falar sobre o crime. “A menina fala que ele a teria segurado em um determinado momento e tentado acalmá-la dizendo que nada aconteceria com ela. Nós estamos aguardando o Conselho Tutelar para verificar o que realmente aconteceu”, explicou o capitão da Polícia Militar, Paulo César Valentim.

João Paulo, que morava há dois anos com Patrícia, de 27 anos, fugiu com o carro dela, colocou fogo e abandonou o veículo em um matagal.

 
Vítimas foram encontradas mortas no interior de uma casa na Vila Industrial em Bauru (Foto: Sandra Fonseca/TV TEM)Vítimas foram encontradas mortas no interior de uma casa na Vila Industrial em Bauru (Foto: Sandra Fonseca/TV TEM)
 
- Renata Marconi, Do G1 Bauru e Marília -

 

- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados