Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Homem se revolta com internação, ateia fogo em colchão de hospital e deixa dois pacientes feridos

Data: / 272 views
Homem se revolta com internação, ateia fogo em colchão de hospital e deixa dois pacientes feridos

Um deles, de 35 anos, teve queimaduras em 75% do corpo, o outro, de 51 anos, teve 40% do corpo queimado. Os nomes das vítimas não foram divulgados.

Paciente estava revoltado com a internação e teria usado um isqueiro para atear fogo no colchão. — Foto: Googlemaps/ Reprodução

Dois pacientes que estavam internados no Hospital Espírita de Marília (SP) tiveram queimaduras na tarde deste domingo (7) por causa de um incêndio, provocado por outro paciente. O homem estava revoltado com a internação, e teria ateado fogo em um colchão, usando um isqueiro.

Os pacientes foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levados para o Hospital das Clínicas da cidade com queimaduras pelo corpo.Um deles, de 35 anos, teve queimaduras em 75% do corpo, o outro, de 51 anos, teve 40% do corpo queimado. Os nomes das vítimas não foram divulgados.

A diretoria do HEM (Hospital Espírita de Marília) está abrindo sindicância para apurar o incidente ocorrido na ala masculina, onde estão internados pacientes para tratamento de dependência química.

Pelo que foi apurado até agora, outro paciente - que foi internado compulsoriamente pela família - nos últimos dias vinha tentando de todas as maneiras fugir pois não aceitava o tratamento. Tanto que constantemente era monitorado pelos funcionários.

Revoltado com essa situação, ele ateou fogo num colchão, utilizando um isqueiro. As chamas acabaram provocando queimaduras em outros dois pacientes que também inalaram fumaça.

O HEM acionou imediatamente a Brigada de Incêndio que conteve as chamas, com apoio do Corpo de Bombeiros, enquanto que os demais internos da ala eram retirados do local. O paciente causador do incêndio foi contido e encaminhado à Central de Polícia Judiciária para apuração do caso.

A direção do HEM enfatiza que existe um controle rigoroso não permitindo que pacientes fumem e tenham acesso a qualquer tipo de objeto, como foi o caso do isqueiro que causou o incidente. Dessa forma, a sindicância vai apurar os fatos.

O Hospital Espírita de Marília vem prestando todo apoio aos pacientes (foram internados no Hospital das Clínicas) e ao mesmo tempo informando aos familiares o estado de saúde deles.

- Por G1 Bauru e Marília -  

- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados