Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Índios interditam a rodovia Marechal Rondon durante protesto

Data: / 116 views
Índios interditam a rodovia Marechal Rondon durante protesto

Manifestação foi contra a municipalização da saúde indígena, proposta do Ministério da Saúde; cerca de 200 índios participaram do ato.

Indígenas de várias etnias que vivem na aldeia Araribá, localizada em Avaí, SP (39 quilometros de Bauru), fez um protesto na altura do quilômetro 339 da rodovia Marechal Rondon (SP-300), na manhã desta quinta-feira (28).

Eles interditaram a pista no sentido Interior-Capital, por cerca de meia hora. A concessionária informou que a pista foi liberada nos dois sentidos. Apesar da liberação do trecho, os índios permaneceram no acostamento da rodovia por mais uma hora, depois voltaram para Avaí em vários ônibus.

 
Com cartazes, os indígenas protestam contra o projeto de municipalização da saúde do Ministério da Saúde  — Foto: Romeu Neto/TV TEM

Com cartazes, os indígenas protestam contra o projeto de municipalização da saúde do Ministério da Saúde — Foto: Romeu Neto/TV TEM

 

Segundo as lideranças indígenas que estavam no local, o ato integra uma mobilização nacional contra a municipalização da saúde dos índios, uma proposta do Ministério da Saúde.

Com arcos e flechas, faixas e palavras de ordem, os índios interditaram a pista no sentido Interior-Capital, no trecho urbano da rodovia, onde o tráfego de veículos é mais intenso.

 
O trecho urbano da rodovia Marechal Rondon (SP-300) em Bauru ficou interditado por cerca de meia hora — Foto: Romeu Neto/TV TEM

O trecho urbano da rodovia Marechal Rondon (SP-300) em Bauru ficou interditado por cerca de meia hora — Foto: Romeu Neto/TV TEM

O protesto foi pacífico e acompanhado pela Polícia Rodoviária Estadual (PRE). Segundo os líderes da aldeia, a intenção era deixar o local quando Brasília desse um retorno.

A aldeia Araribá no município de Avaí é uma reserva formada por quatro aldeias com mais de 100 anos de existência, fundada no início do século passado.

De acordo com informações da Polícia Rodoviária, não chegou a ter congestionamento, porque os policiais estavam orientando os motoristas a desviar pela avenida Nações Unidas.

- Por G1 Bauru e Marília -  

- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados