Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Jovem desconfia de oferta, compra notebook na rua por R$ 30 e leva à polícia para achar o dono

Data: / 313 views
Jovem desconfia de oferta, compra notebook na rua por R$ 30 e leva à polícia para achar o dono

Jovem desconfiou que eletrônico poderia ter sido perdido ou roubado, já que um homem o abordou na frente de casa oferecendo o notebook por R$ 50. Ele ainda conseguiu um 'desconto' e levou para a delegacia.

Jovem desconfia de oferta, compra notebook na rua por R$ 30 e leva à polícia para achar o donoOscar fez uma postagem nas redes sociais procurando o dono do computador (Foto: Reprodução/Facebook)

 

Um estudante de Marília (SP) comprou um notebook por R$ 30 com o objetivo de devolver ao dono. O jovem de 26 anos desconfiou que o equipamento era fruto de roubo e resolveu comprá-lo para levar até a delegacia com a esperança que a polícia localizasse o dono.

De acordo com Oscar Chiquitin, ele estava chegando da faculdade na noite de segunda-feira (14) quando foi abordado por um homem, que lhe ofereceu um notebook por R$ 50. Desconfiado, Oscar acabou comprando-o com uma única intenção em mente: devolver ao dono.

 

"Na hora, eu só tinha R$ 30. Mas fiquei pensando em como a pessoa que tinha perdido o notebook poderia estar, então, comprei já pensando em devolver", conta o estudante.

 

O "vendedor" aceitou os R$ 30 de Oscar que, logo depois o ocorrido, fez uma postagem nas redes sociais explicando a situação e pedindo para que o dono entrasse em contato. Em seguida, foi até a Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Marília para entregar o equipamento e registrar um boletim de ocorrência.

"Quando cheguei na delegacia, eles acharam estranho. Mas aí eu contei toda a situação e, então, eles ficaram com o notebook e disseram que devolveriam caso o dono aparecesse", relata.

 
 
Jovem desconfia de oferta, compra notebook na rua e leva à polícia para achar o donoJovem desconfia de oferta, compra notebook na rua e leva à polícia para achar o dono
 

De acordo com a Central de Polícia Judiciária (CPJ), o dono do notebook ainda não foi encontrado. A polícia alerta também que comprar objetos roubados pode ser considerado crime de receptação.

No entanto, segundo o delegado que estava de plantão no momento do registro da ocorrência, o estudante não irá responder por esse crime por conta da boa ação.

"Agora nós estamos fazendo um levantamento nas nossas ocorrências já registradas, de algum equipamento semelhante, também uma perícia pode indicar os arquivos que tem no equipamento que podem nos ajudar a chegar até a vítima", explica o delegado seccional Wilson Frasão.

Para o estudante a missão está cumprida. Ele afirma que se colocou no lugar da pessoa de quem o homem teria roubado o computador e que a intenção nunca foi ficar com ele.

 

"Eu fiquei pensando na pessoa que perdeu. E se ela não tiver condições de comprar outro? Todos os trabalhos e arquivos dela podem estar lá dentro. Eu ficaria desesperado", conta Oscar.

 

O jovem ressaltou também que recentemente passou por uma situação parecida. A namorada dele teve o carro roubado e eles enfrentaram várias dificuldades até conseguir localizar o veículo.

 
Estudante Oscar Chiquitin disse que pensou no dono do notebook que deve ter ficado desesperado com sua perda (Foto: TV TEM/Reprodução)Estudante Oscar Chiquitin disse que pensou no dono do notebook que deve ter ficado desesperado com sua perda (Foto: TV TEM/Reprodução)
 
- G1 Bauru e Marília - 16/05/2018

 

- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados