Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Jovem tira tênis, dá a malabarista em sinal e foto emociona a web: 'me comovi, foi mais forte que eu'

Data: / 474 views
Jovem tira tênis, dá a malabarista em sinal e foto emociona a web: 'me comovi, foi mais forte que eu'

Jovem disse que resolveu entregar o tênis ao ver homem com sapato rasgado. 'Todos os dedos tocavam o asfalto', diz estudante que não sabia que estava sendo fotografado.

Jovem tira tênis e dá para malabarista no Acre (Foto: Anna Cássia/Arquivo Pessoal)

 

Quando o estudante Elielton Ribeiro de Araújo, de 24 anos, desceu de sua moto para tirar o tênis e doar a um malabarista que estava em um semáforo de Rio Branco, capital do Acre, não imaginava que a cena havia sido registrada em um celular. A foto da boa ação correu a web e emocionou os internautas.

O gesto de solidariedade foi clicado no cruzamento das Ruas Omar Sabino e Avenida Ceará, na tarde desta terça-feira (13). Araújo, que é acadêmico do curso de segurança do trabalho, disse que estava a caminho da faculdade quando o sinal fechou e uma cena lhe chamou atenção.

“Eu estava passando, vi que ele se apresentava no sinal, olhei para o chão e vi o sapato rasgado, todos os dedos dele estavam para fora tocando o asfalto, a sola estava rasgada. Aquilo me comoveu, pois eu sou de uma família humilde e sei que as pessoas precisam de ajuda. É sempre bom ajudar”, disse ao G1.

O jovem conta que o sinal abriu, mas ficou com o pensamento naquele homem , que conseguia ficar várias horas com os dedos tocando o asfalto quente. Então, resolveu parar e entregar o tênis.

“Olhei para o meu tênis, vi que estava em boas condições, encostei e chamei ele. Por um momento pensei em como é que eu ia para a faculdade descalço, mas foi mais forte do que eu", relata.

 

'Nunca vou esquecer'

Ao ser chamado pelo estudante, o homem não esperava aquela atitude. "Ele veio correndo e eu perguntei qual era o número que ele calçava, ele respondeu que era 40, o mesmo que eu. Pensei, perfeito! Disse que queria dar um presente para ele, se ele aceitava meu tênis. Ele, assustado, disse: ‘você quer me dar mesmo? Perguntou se eu não ia precisar, eu disse que tinha mais quatro pares em casa e dei”, relembra.

Araújo diz que o malabarista é de São Paulo e descreve a reação dele ao receber o tênis.

“Ele não acreditou, tirei o tênis e ele, por gratidão, me deu o dele para eu não ir descalço. Calcei o sapato dele e fui para a casa da minha namorada onde fui para pegar uma sandália. Nunca vou esquecer, ele disse que era o melhor dia da vida, e aquilo me comoveu. Falou que estava andando em cima de almofada depois que ele recebeu o tênis. Após isso, me agradeceu e voltou saltitando para a rua e continuou a trabalhar”, acrescentou.

O estudante pretende guardar o tênis para mostrar futuramente aos filhos e ensinar a importância de fazer bem ao próximo. “Temos que ser humildes e ajudar, é bíblico. Eu não imaginava que ia repercutir tanto assim, porque eu não fiz nessa intenção, não sabia que alguém ia tirar a foto”, afirma.

 

'Gesto lindo', diz jovem que flagrou a cena

A estudante Anna Cássia costa de Oliveira, de 30 anos, foi a pessoa que tirou a foto. Ela conta que quando viu a cena ficou muito emocionada.

Jovem tira tênis, dá a malabarista em sinal e foto emociona a web:

 

“Parei no sinal e vi porque tinha uma moto estacionada na calçada e um rapaz tirando um sapato. Quando olhei, ele estava conversando com um outro rapaz que fazia malabares no sinal. Foi tudo muito rápido, ele deu o tênis pro artista e ele pegou os instrumentos de trabalho e saiu muito feliz”, conta.

A estudante diz que o gesto de solidariedade a comoveu e por isso fez o registro.

“Fiquei emocionada e comecei a chorar, porque é uma cena muito linda, a gente não costuma ver essas coisas, porque as pessoas ultimamente só ligam para si mesmas e não para o próximo. O rapaz da moto ainda calçou o tênis furado e foi embora para a faculdade. Foi um gesto lindo, muito difícil de se ver, porque geralmente as pessoas quando veêm os artistas fecham o vidro do carro e seguem a vida", finaliza.

- Por Janine Brasil, G1 AC, Rio Branco 

 

- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados