Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Lutadora de jiu-jítsu é baleada na cabeça na própria festa de aniversário

Data: / 385 views
Lutadora de jiu-jítsu é baleada na cabeça na própria festa de aniversário

Homens armados invadiram o local e anunciaram o assalto. Um deles perguntou pela vítima e efetuou três tiros.

Vítima foi socorrida com um tiro na cabeça e encaminhada a um hospital na capital — Foto: Reprodução/Facebook

Uma lutadora de jiu-jítsu de 24 anos foi baleada na cabeça na madrugada deste domingo (27) no bairro Japiim, na Zona Sul de Manaus. Segundo familiares, Patrícia da Cunha Leite estava comemorando o aniversário quando três homens invadiram o local, anunciando o assalto. De acordo com a Polícia Civil, um dos suspeitos perguntou pela vítima, e atirou logo em seguida.

De acordo com a Polícia Civil, por volta das 3h deste domingo, policiais militares receberam uma denúncia de que homens em um carro modelo Corsa estariam cometendo assaltos pelo Japiim. Em diligência, a PM conseguiu identificar os suspeitos próximo à Avenida Tefé, na Zona Sul da capital.

No mesmo momento, a PM também recebeu a denúncia de que o trio estaria envolvido em uma tentativa de homicídio momentos antes da abordagem.

A Polícia Civil informou que os três chegaram no local onde Patrícia estava comemorando o aniversário, e anunciaram o assalto. Em um certo momento, um dos suspeitos perguntou pela lutadora. Após ninguém responder, um deles reconheceu a vítima e efetuou três disparos na cabeça da lutadora.

Ela foi socorrida e encaminhada ao Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio. Os três suspeitos foram presos e levados ao 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP). Com eles, foram apreendidos objetos roubados, além de um simulacro de arma de fogo. A arma utilizada no crime não foi encontrada com o trio.

Um deles, de 33 anos, já respondia em liberdade por um homicídio ocorrido em maio de 2009. Eles permanecem na sede do 1º DIP até esta segunda-feira (28), quando serão encaminhados a uma audiência de custódia.

A Rede Amazônica entrou em contato com a Secretaria de Estado de Saúde (Susam) para saber sobre o estado de saúde da vítima, mas, até a tarde deste domingo, não obteve resposta.

- Por Indiara Bessa, G1 AM -  (*colaborou Luciane Marques, da Rede Amazônica)

- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados