Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Maior avião comercial do mundo começa a operar em Cumbica

Data: / 300 views
Maior avião comercial do mundo começa a operar em Cumbica

Companhia Emirates Airlines é a responsável pelo trecho Guarulhos-Dubai; as passagens podem chegar 44 000 reais

Os entusiastas da aviação contam as horas para este domingo (26). Às 16h30, o maior aparelho em número de passageiros do mundo desembarca no Aeroporto Internacional de Guarulhos. Batizado de Airbus A380 e apelidado de Superjumbo, ele comporta até 853 viajantes em seus 550 metros quadrados de área disponível para clientes a bordo, dependendo de sua configuração.

Não se trata de um evento único, mas de algo que vai fazer parte da rotina do lugar. São Paulo entrará, assim, no mapa dos gigantes da aeronáutica. Quem traz a novidade é a companhia de origem árabe Emirates Airlines, em uma rota para Dubai. “Veremos um momento histórico”, afirma o auditor Carlos Roman, de 34 anos.

Mordomias: lounge com bar no Superjumbo (Divulgação/Veja SP)

Ele comanda o site Aeroin Aviação & Turismo, especializado na área. Seu hobby de clicar aeronaves começou há duas décadas, quando o pai o acompanhava na tarefa. “Não perderia esta oportunidade por nada.” O profissional aparece na lista dos 100 spotters, como são chamados os observadores desses aviões, que terão lugar garantido próximo à pista para fotografar o tão esperado pouso. O evento deve repetir a comoção vista na estreia do Airbus A380 por aqui, em novembro de 2015.

Na época, o voo, também da Emirates, mostrou-se a única chance para os paulistanos admirarem os atributos do veículo avaliado em 436 milhões de dólares. São quase 80 metros de envergadura de asas e 73 de comprimento, que mal cabem em um campo de futebol. Cerca de 1 500 curiosos se reuniram nas vias ao redor de Cumbica para a ocasião.

Há dez anos no Brasil, a Emirates aposenta agora seu Boeing 777-300 ER, dos Estados Unidos, para dar vez ao exemplar europeu. Consegue, assim, transportar 131 pessoas a mais por vez. A companhia virou a principal operadora do Superjumbo no planeta, com quarenta rotas servidas por ele.

Luxo nos ares: cabine privativa do A380 (Divulgação/Veja SP)

Aproveita uma lacuna deixada no país pela Etihad — empresa que também realiza voos para Dubai mas encerra suas atividades no Brasil neste sábado (25) —, além de suprir uma carência de viagens para a Ásia, em constante aumento via Oriente Médio. “O investimento em uma aeronave dessas é muito alto. Por isso, deve-se ter certeza da demanda”, diz o comandante Miguel Dau, diretor de operações do Aeroporto de Guarulhos.

O avião decolará de São Paulo diariamente à 1h25 da madrugada. A viagem leva, em média, catorze horas e meia. No caso da classe econômica, a cabine espaçosa — mais ampla que a do Boeing 747-800, da Lufthansa, até então o maior avião comercial em serviço regular em São Paulo — garante poltronas grandes e com maior vão entre elas. As regalias mais notáveis, é claro, ficam para os passageiros da executiva e da primeira classe.

Frutos do mar e lagosta: nada de pratos insossos (Divulgação/Veja SP)

O Airbus conta com dois andares e, na parte de cima, ostenta um lounge com bar, ducha e cabines privativas. Em meio a tanto luxo, não espere encontrar comida insossa no cardápio: são quatro variedades de café da manhã, sete entradas (incluindo caviar), cinco pratos principais (frutos do mar estão entre as opções), mais uma tábua com seis tipos de queijo e três sobremesas.

Em pesquisa realizada por VEJA SÃO PAULO no último dia 22 sobre um voo no dia 31, as passagens custavam 4 653 reais na econômica, 22 733 reais na executiva e 44 272 reais na primeira classe. A operação diária do Superjumbo por aqui só foi possível graças às reformas realizadas nas pistas de Cumbica em 2015. Após oito meses de obra, as faixas expandiram- se 15 metros, totalizando 75 metros de largura.

Desde então, conseguem receber simultaneamente até cinco aviões de código F, ou seja, superjatos como o A380 e o cargueiro Antonov An-225, o maior de sua categoria no mundo. Em novembro do ano passado, o Antonov desceu em Cumbica. Transportava um transformador de 150 toneladas com destino a Santiago, no Chile.

VEJA SP - Por Gabrielli Menezes

- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados