Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Médicos denunciam violência contra criança com hematomas e corte na cabeça

Data: / 572 views
Médicos denunciam violência contra criança com hematomas e corte na cabeça

Menino de 5 anos, que tem deficiência auditiva, está internado na UPA de Lençóis Paulista. Suspeito da agressão é o namorado da mãe, que está desaparecido, segundo a polícia.

Menino precisou levar 10 pontos na cabeça para fechar corte (Foto: Jornal Sabadão do Povo/Divulgação)

O Conselho Tutelar de Lençóis Paulista registrou um boletim de ocorrência de violência doméstica e lesão corporal após receber uma denúncia de maus-tratos contra um menino de 5 anos nesta terça-feira (10). O namorado da mãe da criança é suspeito das agressões.

O Conselho foi acionado depois que a mãe do menino deu entrada na UPA dizendo que ele havia caído e cortado a cabeça. No entanto, a equipe médica desconfiou dos hematomas e acionou o órgão, que por sua vez, fez o registro da ocorrência na Polícia Civil.

De acordo informações do boletim de ocorrência, o menino, que tem deficiência auditiva e fala com dificuldade, foi espancado e apresentava hematomas em várias partes do corpo, principalmente no rosto e na cabeça, onde sofreu um corte e precisou levar 10 pontos para fechar o ferimento.

 
Médicos denunciam violência contra criança com hematomas e corte na cabeça
Menino é espancado em Lençóis Paulista e namorado da mãe é suspeito do crime (Foto: Jornal Sabadão do Povo/Divulgação)
 

Durante esta tarde, a polícia ouviu os familiares do menino e deve fazer o pedido de prisão do suspeito, que não foi localizado.

Ainda segundo a polícia, a mãe teria deixado o menino com o namorado em casa para ir ao supermercado na noite de segunda-feira (9) e quando voltou encontrou a criança machucada, mas não teria chamado a polícia por medo. Depois disso, o suspeito não foi mais visto.

No entanto, a mãe só teria levado o menino para UPA durante a madrugada desta terça-feira, por conta do ferimento na cabeça. Por isso, a polícia investiga também se houve omissão ou negligência da mãe, que perdeu temporariamente a guarda do filho.

Depois de receber alta, o menino deve passar pelo exame de corpo de delito no IML e ser encaminhado para a casa da avó materna, em Bauru, que ficará responsável pela criança.

- Por G1 Bauru e Marília -  

- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados