Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

México sobe para 58 o número de mortos pelo terremoto no sul

Data: / 55 views
México sobe para 58 o número de mortos pelo terremoto no sul

Sismo de 8,2 é o de maior magnitude no país desde o início dos registros. Um alerta de tsunami foi acionado no Pacífico

Javier Lafuente

 

Um terremoto de magnitude 8,2, um dos maiores dos últimos 100 anos, estremeceu o México na noite de quinta-feira e causou mais de 30 mortos, de acordo com dados oficiais. Tudo parece indicar que o número será maior. O sismo afetou mais de 50 milhões de mexicanos e foi sentido com força na capital, onde ocorreram momentos de pânico. A região mais atingida, entretanto, foi a de Chiapas e Oaxaca, dois Estados do sul do país. No primeiro, três mortes foram confirmadas, enquanto em Oaxaca o governador afirma que pelo menos 23 pessoas morreram, além de outras duas em Tabasco.

“É o mais forte tremor que registramos ao menos nos últimos 100 anos”, afirmou Peña Nieto. De acordo com o primeiro relatório do mandatário, mais de um milhão e meio de pessoas ficou sem luz, mas metade já foi recuperado. O resto, garantiu Peña Nieto, será restabelecido nos próximos dias. O sismo ocorreu por volta da meia noite local (22h em Brasília), no sul do país. O epicentro se localizou a mais de 100 quilômetros a sudoeste de Tonalá, em Chiapas. O terremoto provocou cortes de energia na capital, onde se escutou o alerta sísmico, e imediatamente as ambulâncias começaram a ser ouvidas. O sismo foi o mais forte a atingir o país desde o devastador terremoto de 1985, de magnitude 8,1, que flagelou a capital mexicana.

As autoridades mexicanas confirmaram que o tremor foi superior até mesmo ao que devastou a Cidade do México em 1985. A diferença é que, naquela ocasião, o epicentro foi muito mais próximo à capital. Os que viveram aquele tremor notaram muitas semelhanças, ainda que as consequências não sejam parecidas. Uma das imagens mais difundidas dessa noite foi a do Anjo da Independência, um dos monumentos simbólicos da capital, balançando.

 

Movimentos sísmicos registrados nas últimas 24 horas

A pior parte ficou com o Estado de Chiapas. Algumas moradias caíram e de acordo com o governador, Manuel Velasco, escolas e hospitais foram danificados pelo sismo. A zona costeira está sendo evacuada pelo risco de tsunami. Na cidade de Juchitán, em Oaxaca, Estado vizinho a Chiapas, foi registrada a queda de um hotel e algumas casas ficaram danificadas.

O centro de Alerta de Tsunamis do Pacífico emitiu um alerta para o México, Guatemala, El Salvador, Costa Rica, Nicarágua, Panamá, Honduras e Equador. As autoridades calculam que as ondas poderiam superar os quatro metros.

O chefe de governo da Cidade do México, Miguel Ángel Mancera, anunciou que o protocolo contra terremotos foi ativado. As falhas elétricas que ocorreram em algumas regiões da cidade foram sanadas com o passar das horas. O serviço de Metrô e o Aeroporto Internacional da Cidade do México (AICM) funcionam e não há hospitais danificados. As aulas do ensino fundamental e médio foram suspensas em 11 Estados.

O terremoto foi sentido com força na capital, onde vários bairros ficaram sem luz. O alarme sísmico (um sistema de advertência com alto-falantes distribuídos pela cidade) alertou sobre o tremor, o que permitiu que muitos habitantes pudessem se refugiar em lugares seguros.

Também na Guatemala o tremor foi sentido com intensidade. O Governo informou que há danos e pediu calma à população. El Salvador realiza preparativos para a eventualidade de um tsunami que obrigue a retirar a população das áreas litorâneas.

EL PAÍS INTERNACIONAL - 

- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados