Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Ministério começa a recolher carnes estragadas nos frigoríficos

Data: / 195 views
Ministério começa a recolher carnes estragadas nos frigoríficos

O secretário adjunto do Ministério da Agricultura, Eumar Novacki, afirmou, em entrevista coletiva, que a população tem que ficar tranquila e tomar cuidados na hora de comprar no supermercado

Após ser revelado um esquema de comércio de carne podre e adulterada, o Ministério da Agricultura afirmou que as carnes estragadas já começaram a ser recolhidas dos frigoríficos. O secretário adjunto do Ministério da Agricultura, Eumar Novacki, afirmou, em entrevista coletiva, que a população tem que ficar tranquila e tomar cuidados na hora de comprar no supermercado.

Para tranquilizar a populção, o secretário afirmou, ainda, que comprará carne pessoalmente no fim de semana, mas que o brasileiro tem o direito de não comprar. Novacki argumentou ainda que no Brasil há mais de 4 mil estabelecimentos e que a fraude se restringe a um número baixo. "Os ricos são muito pequenos. Não há razão para pânico", garantiu o secretário. 
 
A Operação Carne Fraca, responsável por investigar e revelar o esquema, fechou três fábricas de aves, salsicha e mortadela, no entanto, outras 21 estão estão sob suspeitas de fraude em carne bovina e até ração para animais de estimação.
 
Ainda segundo o secretário, os códigos de barras dos produtos dos três frigoríficos em que a fraude foi confirmada começaram a ser rastreados na próxima segunda-feira (20) e recomendou que população fique atenta e informe ao ministério caso encontre produtos suspeitos, através do telefone 0800-704-1995. 
 
Trinta e três funcionários foram afastados do Ministério da Agricultura por envolvimento na fraude da carne, segundo informações do secretário: "O que nós queremos dizer para a população é que fique tranquila. Nosso sistema é um dos mais avançados do mundo", disse Novacki, ponderando que o grupo afastado é muito pequeno em relação ao quadro funcional do ministério, que chega a 11 mil servidores.
 

Três frigoríficos suspeitos de produzir carne adulterada estão interditados

Três frigoríficos suspeitos de envolvimento na Operação Carne Fraca foram interditados e já iniciaram procedimento para recolher os produtos adulterados, revelou nesta sexta-feira (17/3) o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Entre as unidades, uma pertence à BRF, e está localizada em Mineiros (GO). Do frigorífico, carnes de aves abasteceram o mercado interno. As outras duas pertencem à Peccin Agro Industrial, e estão localizadas em Jaguará do Sul (SC) e Curitiba (PR). São unidades responsáveis pela produção de salsicha e mortadela.
 
Outras 21 unidades estão sob a suspeita de produzir carnes bovinas adulteradas. O secretário-executivo do Mapa, Eumar Novacki, declarou que a pasta está comprometida em contribuir com a Polícia Federal e o Ministério Público apurar eventuais responsabilidades criminais.
 
O Mapa aguarda das investigações os lotes de produtos adulterados para divulgar no site da empresa. A expectativa é uma força-tarefa seja organizada para que a partir de segunda-feira da próxima semana as investigações e recolhimentos de produtos dos supermercados ganhem mais força.
 
Correio Braziliense
- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados