Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Morre mulher baleada na cabeça em Lins; suspeito foi preso em cemitério

Data: / 445 views
Morre mulher baleada na cabeça em Lins; suspeito foi preso em cemitério

Vítima de 27 anos chegou a ser socorrida, mas não resistiu durante cirurgia para retirada da bala. Comerciante é suspeito e foi achado pela PM escondido no Cemitério da Saudade.

Morre mulher baleada na cabeça em Lins e comerciante é preso em cemitério, Jéssica Cristina de Souza — Foto: Facebook/Reprodução

A jovem Jéssica Cristina de Souza, de 27 anos e que foi baleada na cabeça na tarde desta sexta-feira (15), em Lins (SP), morreu na noite desta sexta-feira durante cirurgia para remoção da bala, segundo a Santa Casa.

De acordo com a Polícia Militar, Jéssica foi encontrada ferida no Bairro do Ribeiro, onde foi socorrida por uma unidade Resgate do Corpo de Bombeiros.

A vítima foi levada para a Santa Casa, onde passou por cirurgia para tentativa de retirada da bala que ficou alojada em sua cabeça.

Contudo, de acordo com o hospital, ela chegou em estado grave e não resistiu aos procedimentos.

Mulher é baleada na cabeça e suspeito é preso em cemitério de Lins — Foto: J. Serafim/Divulgação

Mulher é baleada na cabeça e suspeito é preso em cemitério de Lins — Foto: J. Serafim/Divulgação

 

Prisão

A Polícia Militar localizou o suspeito do crime escondido no Cemitério da Saudade de Lins. O homem de 42 anos foi preso e levado para a delegacia.

Segundo informações da Polícia Civil, o suspeito é dono de uma padaria que fica próxima do local do crime.

Suspeito do crime é dono de padaria na cidade e foi achado pela PM escondido no Cemitério da Saudade, em Lins — Foto: J. Serafim/Divulgação

Suspeito do crime é dono de padaria na cidade e foi achado pela PM escondido no Cemitério da Saudade, em Lins — Foto: J. Serafim/Divulgação

Investigação

As investigações apontam que o comerciante teria abordado duas mulheres usuárias de drogas para perguntar sobre os constantes furtos em seu comércio.

Jéssica não teria gostado do questionamento, houve discussão e teria sido baleada. A outra mulher que estava com a vítima saiu correndo e não foi localizada. O caso foi registrado na delegacia e será investigado.

- Por G1 Bauru e Marília -

- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados