Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Motorista que arrastou moto por 3 km e matou garupa se apresenta à polícia e é liberado

Data: / 848 views
Motorista que arrastou moto por 3 km e matou garupa se apresenta à polícia e é liberado

Homem dirigia o carro da empresa no dia do acidente em Marília (SP). Ele disse que não viu a moto e vai responder por vários crimes, entre eles homicídio culposo e estelionato

O motorista Marcelo Matulionis (de branco) se apresentou junto a seu advogado e foi liberado após prestar depoimento (Foto: TV TEM/Reprodução)

O motorista que bateu em uma moto e a arrastou por cerca de três quilômetros em Marília (SP) se apresentou à Polícia Civil nesta terça-feira (13), exatamente uma semana após o acidente que resultou na morte de uma mulher de 39 anos e deixou um homem ferido.

Marcelo Matulionis, que foi liberado após o depoimento, acabou identificado depois que a polícia encontrou nesta segunda-feira (12) o carro que provocou o acidente. O veículo estava em uma oficina de Garça, a cerca de 30 quilômetros do local do acidente.

 

Em seu depoimento, o motorista alegou que não viu a moto por causa da “sinalização ruim e da buraqueira”.

Porém, à reportagem da TV TEM ele não explicou por que não parou para prestar socorro nem os motivos que o levaram a relatar no boletim de ocorrência feito por ele que seu carro teria batido em um caminhão.

Segundo o delegado Emir Giroto, que comanda as investigações, o fato de ser um acidente de trânsito, mesmo com vítima fatal, e como o motorista se apresentou espontaneamente, não havia justificativas legais para a prisão.

 
Motorista que arrastou moto por três quilômetros em Marília é liberadoMotorista que arrastou moto por três quilômetros em Marília é liberado
 

O carro que Matulionis dirigia pertence à empresa na qual o motorista trabalhava. Ele foi demitido por justa causa por utilizar o veículo fora do horário de trabalho. A empresa também afirmou que prestará apoio à família da vítima.

De acordo com o delegado, Matulionis deve responder por vários crimes no âmbito da legislação de trânsito, entre eles homicídio culposo, lesão culposa, omissão de socorro e modificação da cena do crime.

Além disso, o motorista também será indiciado por estelionato, pelo fato ter feito uma falsa comunicação em boletim de ocorrência para obter reembolso do seguro.

 

O acidente

No dia do acidente, o carro atingiu por trás a moto que trafegava no trecho urbano da Rodovia João Ribeiro de Barros (SP-294).

Câmeras de segurança mostraram a moto, que ficou enroscada no para-choque do carro, sendo arrastada por cerca de três quilômetros, já na rodovia BR-153, também no trecho urbano de Marília. (assista no vídeo abaixo).

A mulher, que estava na garupa, e seu marido, que conduzia a moto, foram jogados no acostamento. Ela não resistiu aos ferimentos e morreu.

 
 - Por G1 Bauru e Marília -  
- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados