Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Mulher de ex-candidato ao governo de SP é assassinada em Guarujá

Data: / 841 views
Mulher de ex-candidato ao governo de SP é assassinada em Guarujá

Advogada Virgínia Tavares Ferraz Ramos, de 38 anos, levou dois tiros quando estava chegando no trabalho.

Pai de esposa de ex-candidato ao governo de SP lutou com bandido após ver filha baleada: 'Miserável'

Atualizado 16h00 - 04/02/2020

O pai da advogada Virginia Tavares Ferraz Ramos, Walter Antonio Ramos, presenciou o momento que a filha foi atingida por tiros durante uma tentativa de assalto em Guarujá, no litoral de São Paulo. Ele lutou com o bandido que atirou nela e conseguiu detê-lo. Virginia era esposa do ex-candidato a Governador do Estado de São Paulo, Claudio Fernando Aguiar, o Prof. Claudio Fernando (PMN), que também se pronunciou sobre a morte da esposa.

Nesta segunda-feira (3), Virginia foi a uma agência bancária para sacar uma quantia em dinheiro e, depois, seguiu para a esmalteria dela, localizada na avenida Miguel Alonso Gonzáles, no Jardim Las Palmas. Quando ela estava chegando no local, Virginia foi abordada por um homem, que anunciou o assalto. Walter conta que abriu a porta do estabelecimento e escutou três tiros.

“A menina (Virginia) estava jogada ali. Ele me deu dois tiros e, graças a Deus, eu consegui pegar ele. Ele vai arder. Eu só consegui pegar ele porque ele tentou agarrar a bolsa dela. Ela deu R$ 850 para ele. Ele tentou pegar a bolsa quando eu me atraquei com ele na moto. Ele, miserável, jogou o dinheiro e disse que eu estava roubando. Os populares ajudaram. A Polícia foi excelente, chegou na hora. E, nós conseguimos deter aquele marginal, nojento, cachorro”, disse ele.

 
O pai da advogada Virginia Tavares Ferraz Ramos, Walter Antonio Ramos, presenciou o momento que a filha foi atingida por tiros durante uma tentativa de assalto em Guarujá — Foto: Reprodução/TV TribunaO pai da advogada Virginia Tavares Ferraz Ramos, Walter Antonio Ramos, presenciou o momento que a filha foi atingida por tiros durante uma tentativa de assalto em Guarujá — Foto: Reprodução/TV Tribuna
 
 
Dois disparos acertaram Virgínia, um na cabeça e outro no pescoço. Ela foi levada para o Hospital Santo Amaro, mas durante o procedimento cirúrgico, sofreu três paradas cardiorrespiratórias e morreu. A Polícia Militar conseguiu prender um dos criminosos, mas outros dois homens, que estariam envolvidos no crime, ainda não foram encontrados.

O pai dela ainda disse que Virginia estava em um momento muito feliz já que o filho dela tinha passado na Universidade Federal do Pampa (Unipampa), em Alegrete, para cursar Engenharia de Telecomunicações. "Hoje ela estaria indo para lá fechar o contrato na imobiliária. Eu me atraquei com aquele miserável. Eu não tive forças para matá-lo. Se eu tivesse, eu teria feito”, falou.

Marido de Virginia, o ex-candidato ao Governo do Estado, Claudio Fernando, passou a manhã organizando o velório e enterro da mulher. Por meio de nota, ele falou como está sendo viver esse momento de dor pela perda de Virginia.

"Este é um momento que jamais imaginamos viver. A minha esposa sempre viveu de maneira simples e alegre e saber que não teremos mais como contar com esta energia é simplesmente devastador. Obrigado a todos que enviaram mensagens de apoio, nossa família agradece e pedimos também que respeitem este momento tão doloroso que estamos passando”, disse, em nota.

O velório ocorrerá no Cemitério da Saudade, na Vila Júlia, a partir de 18h30. Já o enterro será nesta quarta-feira (5), por volta de 9h30, no mesmo local.
 
Virginia foi baleada quando chegava ao trabalho em Guarujá, SP — Foto: Arquivo PessoalVirginia foi baleada quando chegava ao trabalho em Guarujá, SP — Foto: Arquivo Pessoal
 
 
 
 
>>>>>>>> 

 

A advogada Virgínia Tavares Ferraz Ramos, de 38 anos, esposa do ex-candidato a Governador do Estado de São Paulo nas eleições de 2018, Cláudio Fernando Aguiar, o Prof. Claudio Fernando (PMN), morreu após levar dois tiros em uma tentativa de assalto quando chegava ao trabalho em Guarujá, no litoral de São Paulo.

Segundo apurado pelo G1, o crime aconteceu no início da noite de segunda-feira (3). A esposa do político estava chegando no trabalho de carro, quando, segundo a Polícia Militar, entre a Avenida Miguel Alonso Gonzales e a travessa da Avenida dos Caiçaras, foi abordada por criminosos armados, que anunciaram o assalto.

Um dos bandidos atirou e dois disparos acertaram Virgínia, sendo um na cabeça e outro no pescoço. Eles fugiram sem levar nada.

Testemunhas acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que prestou socorro e a encaminhou ao Hospital Santo Amaro, onde precisou passar por uma cirurgia de emergência devido ao estado grave em que se encontrava.

O Hospital Santo Amaro divulgou uma nota informando o falecimento de Virgínia durante o procedimento cirúrgico, após ter sofrido três paradas cardiorrespiratórias. 

Ainda segundo apurado pelo G1, um suspeito de ter participado do crime foi capturado pela Polícia Militar ainda na segunda-feira e, com ele, foi apreendida uma pistola. Outros dois envolvidos ainda não foram localizados.

Nas redes sociais, o ex-candidato chegou a descrever e lamentar o crime. Por volta das 21h, ele também fez um apelo pedindo doação de sangue para a esposa, antes de ter a notícia que ela veio a óbito poucas horas depois do post.

Em nota, a família de Virgínia explica que ela estava chegando no comércio que gerencia, uma loja de esmaltes no bairro Santa Rosa, quando foi surpreendida pelos bandidos. A família lamenta que "a violência urbana tenha levado deste mundo mais uma grande mulher, mãe de família e esposa dedicada". O velório e o enterro de Virgínia devem acontecer nesta terça-feira.

 

Candidato

 

O Prof. Cláudio Fernando concorreu ao cargo de Governador do Estado de São Paulo nas eleições que elegeram João Doria (PSDB), em 2018. Na ocasião, o candidato teve 28.666 votos.

Além de empresário e professor universitário, Cláudio Fernando também atuou como secretário de Portos e Aeroportos em Santos e como secretário de Desenvolvimento Econômico em Guarujá.

 
Esposa do ex-candidato a Governo do Estado de SP, Prof. Cláudio Fernando, morreu após tentativa de assalto em Guarujá  — Foto: Marcelo Brandt/G1Esposa do ex-candidato a Governo do Estado de SP, Prof. Cláudio Fernando, morreu após tentativa de assalto em Guarujá — Foto: Marcelo Brandt/G1
 
- Por G1 Santos - 
 
- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados