Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Noivos caminham por mais de 1 semana para se casar no Everest

Data: / 515 views
Noivos caminham por mais de 1 semana para se casar no Everest

O casal treinou e se preparou por mais de um ano antes da escalada, que aconteceu uma semana e meia antes da cerimônia na montanha

Se você está tendo problemas para encontrar o endereço perfeito para o seu casamento, não se preocupe: inspire-se no casal James Sissom Ashley Schmeider e case-se com um visual majestoso, o Monte Everest. Eles se prepararam (e treinaram muito) por mais de um ano antes da escalada, que aconteceu uma semana e meia antes da cerimônia.

Apesar das belíssimas imagens, os bastidores dos cliques não foram nada glamourosos: “O Monte Everest e o Himalaia são tão bonitos e épicos, eu precisava encontrar um casal que toparia casar lá“, contou o fotógrafo de casamentos e aventureiro Charleton Churchill ao BuzzFeed.

O grupo fazia trilhas de quatro a oito horas por dia e enfrentou problemas como as temperaturas baixíssimas, intoxicação alimentar e até privação de oxigênio.

O profissional revelou que um dia antes do grupo chegar ao acampamento onde as fotos seriam feitas, James, o noivo, estava tendo problemas para respirar. Os guias, responsáveis pela segurança do grupo, então disponibilizaram um tanque de oxigênio para o rapaz.

Eles está pensaram em cancelar o casamento, mas, por sorte, conseguiram levar o equipamento pesado até o local onde dormiriam. A cerimônia seguiu normalmente. “Você precisa ter um fotógrafo que sabe quando você deve abandonar uma ideia pela segurança dos demais“, contou Charleton.

Após chegar ao acampamento, o grupo tinha apenas uma hora e meia para se trocar, comer e, é claro, organizar o casamento. Apesar de apertado, eles conseguiram até clicar a foto do “primeiro encontro”, quando os noivos se veem pela primeira vez nas roupas da cerimônia.

A temperatura no ambiente na hora dos cliques? Cerca de -12ºC. Mas, mesmo com todos os elementos lutando contra o evento, o casal ainda conseguiu tirar belas fotos para ficar na lembrança — clique aqui para saber mais.

Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 10 maio 2017, 18h24

- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados