Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Pais esfaqueados pelo filho morreram ao tentar defender a nora, diz polícia

Data: / 1213 views
Pais esfaqueados pelo filho morreram ao tentar defender a nora, diz polícia

Homem foi morto por policial ao jogar tijolos contra viatura que atendeu ocorrência em Araçatuba (SP). Problemas financeiros podem ter motivo discussão, conforme o boletim de ocorrência.

Foto - Carro da polícia foi atingido por tijolos (Foto: Regional Press)

casal de idosos morto esfaqueado pelo filho em Araçatuba (SP), neste domingo (21), foi atacado ao tentar defender a nora, segundo informou a polícia. Após matar os pais e tentar atingir a mulher, o empresário Ademir Magalhães Rondina, de 51 anos, foi morto a tiros por um policial militar no bairro Icaraí.

O crime ocorreu na casa da família e, ainda conforme a polícia, o suspeito tinha problemas financeiros, o que pode ter motivado a ação.

 

De acordo com o delegado que investiga o caso, Marcelo Cury, Ademir e a mulher discutiram. Em seguida, ele a agrediu com golpes de faca. Ao tentarem ajudar a vítima, Marineusa Magalhães Rondina, de 70 anos, e oWilson Rondina, de 73, foram esfaqueados e mortos.

A mulher do empresário foi socorrida à Santa Casa. Durante buscas no imóvel, policiais apreenderam um revólver, uma espada e três facas.

A Polícia Civil pediu também um exame toxicológico do corpo de Ademir para saber se ele tomava algum medicamento.

 
Terreno onde a vítima acabou sendo baleada pelos policiais (Foto: Reprodução/TV TEM)Terreno onde a vítima acabou sendo baleada pelos policiais (Foto: Reprodução/TV TEM)
 

No local, ainda estavam uma das filhas do casal, de 11 anos que correu para rua quando ouviu os gritos e uma avó de Ademir, de 96 anos, que não foi agredida.

Depois do crime, o empresário ainda saiu da casa, percorreu algumas ruas do bairro e parou em um terreno baldio. Quando a polícia chegou, ele teria arremessado tijolos contra a viatura. Segundo a corporação, para se defender, um dos policiais atirou e acertou Ademir, que morreu no local.

Um dos vidros da viatura ficou destruído e o policial teve ferimentos nas mãos, mas passa bem. A PM disse que agiu em legítima defesa e que vai apurar a conduta dos policiais que atenderam a ocorrência.

 

“A viatura ao chegar se deparou com o indivíduo sangrando e acionou o resgate. As lesões indicavam que tentou o suicídio. Ele então arremessou tijolos e a polícia acabou revidando com arma de fogo”, afirma o tenente Tiago Siqueira.

 

Familiares de Ademir não quiseram dar entrevistas, mas disseram à polícia que os pais moravam com ele e que o relacionamento com a família era bom. O empresário tinha duas lojas de tintas na região de Jales (SP).

- Por G1 Rio Preto e Araçatuba - 

 

 
- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados