Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Pais protestam contra atraso na entrega de remédios de alto custo

Data: / 185 views
Pais protestam contra atraso na entrega de remédios de alto custo

Crianças que precisam de medicamentos e leite em Marília não receberam. Secretaria de Saúde diz que houve um desabastecimento temporário.

Com grito de guerra, os pais de crianças que precisam de medicamentos e leite de alto custo protestaram contra o atraso na entrega dos produtos em Marília (SP) nesta segunda-feira (6).

Cláudia Marin é mãe do Mateus que toma quatro tipos diferentes de remédios controlados, mas no mês passado ela ficou sem receber um deles. “A medicação dele não pode faltar nunca. Ele tem crise convulsiva, chamada refratária, que é uma epilepsia de difícil controle e a síndrome de West. Sem a medicação, as crises ficam descontroladas.”

Sem o remédio, Mateus costuma ter convulsões. Para evitar esse problema foi preciso comprar o medicamento, mas cada caixa custa em média R$ 160. Ele precisa tomar de duas a três por mês.

Segundo a Secretaria Estadual da Saúde, houve um desabastecimento temporário dos itens na unidade, mas uma nova compra foi realizada e os fornecedores cobrados para que façam  a entrega o quanto antes.

Em alguns casos, medidas judiciais estão sendo descumpridas. A dona de casa Vanessa Guerra tem um filho que depende de uma dieta especial e precisa se alimentar por sonda. Ela já ganhou na Justiça o direito de receber, por mês, 24 latas de leite, mas a última vez que conseguiu retirar o alimento foi em janeiro, e apenas cinco latas.

Ela está sem saber o que fazer, já que uma lata custa em média R$ 200 e dura apenas um dia e meio. Sem dinheiro para comprar o leite, a dona de casa está preocupada com a saúde do filho. “Eu não tenho mais leite para dar para ele. Tenho que pegar da minha filha menor que é um leite menos calórico para dar para ele, só que não atende todas as necessidades nutricionais.” (G1 Bauru e Marília)

- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados