Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

País tem mais de 200 novos casos de sarampo em uma semana

Data: / 205 views
País tem mais de 200 novos casos de sarampo em uma semana

Doença cresce no Amazonas e em Roraima, que registram surto, e também no Rio Grande do Sul, onde os casos são considerados isolados pelo Ministério

A vacina contra o sarampo é a tríplice viral, disponível o ano todo - foto Marcelo Camargo/Agência Brasil

O país confirmou mais 233 casos de sarampo em uma semana, totalizando 2.425 desde o início do ano, de acordo com boletim divulgado nesta quarta-feira (24) pelo Ministério da Saúde.

Nesse período, não houve aumento no número de mortes, permanecendo 12. Entre os óbitos, seis ocorreram no Amazonas, sendo todos brasileiros, quatro em Roraima, sendo três estrangeiros e um brasileiro, e duas no Pará, que se referem a indígenas venezuelanos.  As vítimas no Amazonas são de Manaus (3), Autazes (2) e Manacapuru (1).

O Ministério afirma que o Amazonas e Roraima continuam enfrentando surto da doença. No Amazonas, os casos confirmados passaram de 1.776 para 2.000, e 7.606 estão em investigação, e em Roraima, de 330 para 332, com 68 suspeitos.

Os surtos da doença no país estão relacionados à importação do vírus da Venezuela, pois o genótipo do vírus (D8) que está circulando no Brasil é o mesmo que circula no país vizinho, que enfrenta surto da doença desde o ano passado.

Além de Amazonas e Roraima, o único Estado do Brasil onde o sarampo segue crescendo é no Rio Grande do Sul, que aumenta cinco em média, por semana, passando de 37 casos confirmados para 43.

No Rio de Janeiro subiu de 18 para 19, mas em São Paulo se mantêm em 3, em Rondônia, 2, em Pernambuco, 4, em Sergipe, 4, no Pará, 17, e no Distrito Federal, 1. Os casos são considerados isolados, ou seja, importados do Amazonas e de Roraima.

Segundo a pasta, o país ultrapassou a meta da campanha nacional de vacinação contra o sarampo e a poliomielite, encerrada em 14 de setembro, de imunizar ao menos 95% do público-alvo, que são crianças de 1 a 4 anos, com exceção do Distrito Federal.

Saiba mais: Bolinhas pelo corpo? Saiba diferenciar sarampo de catapora

A vacina contra o sarampo é a tríplice viral, que também protege contra a caxumba e rubéola. Embora a primeira dose da vacina contra o sarampo seja recomendada pelo Ministério da Saúde aos 12 meses, no Amazonas e em Roraima a idade foi reduzida para 6 meses devido à grande incidência da doença em bebês. Apesar do encerramento da campanha nos demais Estados, a vacina continua disponível gratuitamente ao longo do ano em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS).

País tem mais de 200 novos casos de sarampo em uma semana

- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados