Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Parque Aquático que custou R$ 2 milhões aos cofres públicos está abandonado em Marília

Data: / 1822 views
Parque Aquático que custou R$ 2 milhões aos cofres públicos está abandonado em Marília

Engenheiros da prefeitura avaliaram a estrutura e afirmam que está condenada. Laudo deve ser encaminhado para a Procuradoria Geral do Município.

Parque Aquático Municipal de Marília custou mais de R$ 2 milhões e hoje está entregue ao abandono. As piscinas estão com rachaduras, o toboágua com a estrutura comprometida. O parque fica em uma área imensa, em meio ao verde, que fica na zona oeste de Marília. São 98 mil metros quadrados.

As fotos são as únicas lembranças do Parque Aquático Municipal que, por semana, chegava a ter mais de mil visitantes. O espaço foi adquirido pelo município em 2008, em uma transação cercada por irregularidades, de acordo com o Tribunal de Contas do Estado. Na época, foram gastos R$ 2.100.000,00 na compra, que teve a licitação dispensada pela prefeitura.

Por causa disso, o ex-prefeito Mário Bulgareli, foi condenado pelo TCE a pagar uma multa de R$ 5 mil pela irregularidade. Mas, o parque aquático, que foi frequentado durante quatro anos, até o fim de 2012, desde então está abandonado. "Era bom, pelo menos tinha mais movimento, o povo vinha e se divertia bastante, meus filhos frequentavam lá direto, agora não frequenta mais porque abandonaram, está tudo abandonado. Uma pena”, afirma o comerciante Carlitos Prates.

Por todo lado o sinal de abandono é evidente. A antiga lanchonete foi depredada e teve a fiação levada por vândalos. Os bancos, a área de descanso, chegam a sumir em meio ao matagal. Boa parte da área está tomada pelo mato e antes, o que era uma piscina, virou apenas um acúmulo de água.

Outra piscina está toda rachada, com trincos nas paredes e nos azulejos e com a estrutura danificada, de acordo com engenheiros da prefeitura. O único toboágua que tinha no parque aquático está tanto tempo abandonado e exposto ao sol, sem água, que a estrutura foi toda comprometida.

E recuperar o local é algo bem difícil de acontecer. Os engenheiros da prefeitura avaliaram todo o parque, e o que encontraram não foi nada bom. “A constatação dos técnicos que estão avaliando essa estrutura é de que hoje ela está toda condenada, não serve para mais nada. Hoje, infelizmente, eu falo isso com tristeza, não tem nenhuma utilidade para o município. Não tem nem como falar em reforma, porque o que existe hoje não serve mais, está condenado. Teria que construir um novo parque”, explica o secretário de Esportes, Eduardo Nascimento.

Um laudo será encaminhado à Procuradoria Geral do Município que pretende promover uma ação para identificar os responsáveis pelo abandono do parque aquático, e cobrar na Justiça uma indenização por tudo aquilo que foi perdido. E até lá, o parque aquático deve permanecer fechado por tempo indeterminado.

Enquanto funcionava, o Parque Aquática chegava a receber mil visitantes por semana em Marília (Foto: Reprodução/ TV TEM )

Enquanto funcionava, o Parque Aquática chegava a receber mil visitantes por semana em Marília (Foto: Reprodução/ TV TEM )

G1 Bauru e Marília - 

- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados