Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Polícia apura morte violenta de jovem em churrasco

Data: / 1094 views
Polícia apura morte violenta de jovem em churrasco

Isabela Miranda de Oliveira, de 19 anos, foi espancada e teve o corpo incendiado, em Franco da Rocha. Parentes dizem que jovem foi estuprada

A Polícia Civil de Franco da Rocha, na Grande São Paulo, investiga a morte da jovem Isabela Miranda de Oliveira, de 19 anos, ocorrida no último domingo, durante um churrasco na altura do km 44 da Rodovia SP 354, no bairro dos Cristais.

Familiares disseram à Record TV que a jovem teria sido abusada sexualmente, espancada e queimada pelo namorado, que teria tentado fugir do local, mas foi impedido pelo caseiro da chácara — o suspeito foi detido e teve a prisão temporária convertida em preventiva.

Ainda de acordo com a versão dos parentes de Isabela, a garota foi convidada por uma amiga para participar do churrasco e foi acompanhada do namorado, de 21 anos, de uma cunhada, de 20, e do noivo dela, de 23.

Em determinado momento da festa, os amigos iniciaram uma brincadeira na piscina, na qual o participante que não superasse o desafio proposto teria que ingerir doses de bebidas alcóolicas. Assim, a jovem, que não estava acostumada a beber, teria ficado embriagada.

Sexo no quarto

Segundo o relato dos familiares da vítima, a garota foi colocada em um quarto para que e se recuperasse da embriaguez. Como vestia apenas um biquíni, amigos a teriam coberto com um lençol.

No entanto, conforme disse o tio da vítima, o namorado da cunhada de Isabela teria ido até o quarto e estuprado a jovem enquanto ela ainda dormia.

Boletim de ocorrência

A história registrada no boletim de ocorrência não confirma a versão apresentada pelos familiares de Isabela. A polícia trabalha com a hipótese de Isabela e o rapaz terem realizado sexo concensual.

No entanto, a amiga e o namorado de Isabela teriam flagrado o ato. Então, teria ocorrido uma intensa discussão entre os dois homens. Isabela e o outro rapaz foram espancados.

Em determinado momento, outros participantes do churrasco ouviram a confusão e intervieram. Parte dos homens da casa socorreu o rapaz agredido. Porém, o namorado e a amiga de Isabela permaneceram na chácara.

Versão das testemunhas

Segundo o boletim de ocorrência, o jovem suspeito de estuprar Isabela, que ficou em observação médica no Hospital Estadual de Francisco Morato, estava muito confuso devido as agressões que sofreu na região da cabeça. Por isso, ainda não tinha condições de prestar depoimento.

Namorado agressivo

A família de Isabela diz que o namorado, inconformado com a traição, teria ameaçado as pessoas na festa com uma faca. Para preservar a integridade física de Isabela, os parentes a teriam colocado dentro de um banheiro, até que o agressor se acalmasse.

Porém, o homem teria ateado fogo em pedaços de plástico e jogado no banheiro para forçar Isabela a sair. Ainda alcoolizada e muito debilitada pelo espancamento, ela caiu em um colchão em chamas que o namorado havia deixado na porta para incendiar a menina.

Socorrida pelo Corpo de Bombeiros, Isabela foi levada para o Hospital da Luz. Ela teve queimaduras em 80% do corpo. Médicos informaram que a jovem teve falência dos órgãos na manhã da última quarta-feira (6).

- Cesar Sacheto, do R7, e Ingrid Navarro, da Agência Record -

 

- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados