Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Princesa Mako é recebida em Marília por mais de 600 pessoas

Data: / 101 views
Princesa Mako é recebida em Marília por mais de 600 pessoas

Um domingo inesquecível. Foi assim que os organizadores resumiram o último dia 22 quando ocorreu em Marília a visita oficial da Princesa do Japão Mako

Ela chegou à cidade às 14h30 vinda em um voo comercial e seguiu viagem rumo a Promissão um pouco depois das 17h15.

O Prefeito Daniel Alonso acompanhou a alteza imperial em todos os momentos. Mais de 600 pessoas lotaram o Teatro Municipal Waldir Silveira Mello e o Paço da Prefeitura para recepcioná-la.

Princesa Mako é recebida em Marília por mais de 600 pessoas

O primeiro compromisso da Princesa Mako na Capital Nacional do Alimento foi no Teatro Municipal, onde lá juntamente com uma comitiva de quase 20 pessoas, foi recebida por autoridades do Brasil.

Mako (9)Já no palco, ocorreram os protocolos legais, como saudações a representante do chefe de Estado e também o canto dos hinos nacionais do Japão e do Brasil. A organização de todo o evento contou com membros voluntários do Consulado Japonês, Nikkey Marília, Câmara Municipal e Prefeitura de Marília.

O primeiro a discursar foi o presidente do Nikkey Marília. Dr. Keniti Mizuno. Em entrevista, ele falou sobre a organização do evento. “Este evento foi desafiador. A comissão trabalhou unida, em harmonia, trocando ideias. Apesar das dificuldades da língua e costumes, muitos que ajudaram são voluntários e não dominam a língua japonesa, mas foi muito bom trabalharmos juntos com o consulado, apreendemos muito, são pessoas sinceras e muito organizadas”, disse.

Mako (7)No discurso, o prefeito Daniel Alonso falou sobre a data das comemorações dos 110 anos da Imigração Japonesa no Brasil. “Hoje é um dia de muita alegria por lembrarmos de uma história de pioneiros que acreditaram no nosso Brasil, na nossa região e especialmente na nossa querida cidade de Marília. E deixaram um legado de humanidade, repletos de sonhos, esperança, de muita dedicação, engajamento e empenho e também de lágrimas e suor. O Brasil deve muito à cultura japonesa, melhorou muito o nosso país da chegada dos imigrantes”, disse.

Mako (8)O chefe do executivo veio acompanhado da esposa, a Presidente do Fundo Social de Solidariedade, Selma Regina Alonso e parte da família. “Este é um dia para ficar marcado na história de Marília. Pensamos nos mínimos detalhes para deixar a princesa o mais à vontade possível. Sem dúvidas, ela gostou muito do que viu na nossa cidade, todos estão de parabéns”, completou.

Ainda no palco a Princesa Mako recebeu das mãos do prefeito Daniel Alonso  o título de Hóspede Oficial do Município. Do Presidente da Câmara de Vereadores, Delegado Wilson Damasceno, ela recebeu o título de visitante ilustre de Marília.

Mako (20)O Embaixador do Japão no Brasil, Akira Yamada e o Cônsul-Geral do Japão, Yasushi Noguchi também participaram do evento. Autoridades de Marília como o Vice-Prefeito Tato Ambrósio e os vereadores José Carlos Albuquerque e Marcos Rezende comparecem na cerimônia.

DISCURSO DA PRINCESA

Mako (10)O único momento que a Princesa Mako discursou foi ainda dentro do Teatro Municipal. Ela agradeceu a recepção e saudou os imigrantes japoneses que este ano comemoram 110 anos da vinda para o Brasil.

“Estou muito feliz em vir para o Brasil e encontrar os senhores e senhoras a convite do governo brasileiro neste ano memorável em que comemoramos os 110 anos da imigração. O Brasil é um país pelo qual eu sempre senti amizade desde criança, apesar da longa distancia geográfica estou profundamente agradecida pelas palavras calorosas para a comunidade nipo brasileira que escutamos do senhor prefeito de Marília Daniel Alonso”, disse.

Mako (2)Ela falou ainda sobre a colônia japonesa em Marília. “Estou informada que a comunidade nipo de Marília teve início quando os japoneses vieram do Japão e colonizaram a cidade em meados de 1920 e que contribuíram para o desenvolvimento da região, especialmente na área de agricultura”, salientou.

Consta nos registros históricos do município uma única vez que a Capital Nacional do Alimento recebeu uma autoridade imperial foi em 1958, quando o Príncipe Mikasa plantou um ipê no jardim do Paço Municipal.

APRESENTAÇÕES

Mako (19)Ainda no teatro, a Princesa Mako conferiu apresentações artísticas. Primeiro foi a apresentação do grupo de alunos da Escola Modelo de Língua Japonesa do Nikkey Marília, em seguida, o grupo de Taiko “Requios Eisá Taiko” da Associação Esportiva e Cultural Okinawa, seguido do Grupo Infantil “Komodokai” da Igreja Seicho-No-Iê de Marília, logo depois o Grupo de Taiko “Hibiki Wadaiko também do Nikkey, e por fim  a  apresentação da Tenrikyo Koteki Band da Regional de Bauru e Paulista.

O último a discursar foi um dos responsáveis pela vinda da Princesa Mako para o Brasil, Walter Ihoshi, que falou de sua emoção ao participar desse momento histórico.

Mako (16)“A presença da Princesa tem um significado muito importante para todos nós, é o carinho, o respeito, a consideração pela colônia nipo brasileira do interior do Estado de São Paulo, mas sobretudo da cidade de Marília. O gesto que ela faz através da família imperial demonstra o apreço e a consideração por todos aqueles pioneiros que chegaram aqui há 110 anos, batalharam muito, trabalharam com os seus valores, educaram seus filhos e hoje todos nós estamos completamente integrados à comunidade e sociedade brasileira”, encerrou.

PLANTIO DE IPÊ AMARELO

Mako (24)Depois da foto oficial ainda no palco do teatro, a Princesa Mako se dirigiu ao Paço Municipal, onde mais de 600 pessoas a aguardava. Antes ela conferiu o monumento e o ipê plantado pelo seu descendente quando se comemorou a época, 50 anos da imigração no Brasil. O Príncipe Mikasa, até então única autoridade da realeza a visitar Marília, dá nome a uma escola municipal de educação infantil na zona Oeste de Marília.

Mako (22)Em seguida ela se dirigiu a uma área cercada para a comunidade e imprensa, onde também plantou um ipê, só que da cor amarela, que hoje é símbolo da cidade de Marília. Com a ajuda de dois colaboradores, ela finalizou o plantio colocando terra no ipê e regando-o. Ao final, juntamente com o Prefeito Daniel Alonso, ela descerrou uma placa comemorativa do evento em alusão aos 110 anos da imigração japonesa.

QUEBRA DE PROTOCOLO

Mako (26)No final, prestes a embarcar na comitiva que contou a com a escolta da Polícia Militar e Polícia Rodoviária Federal desde o aeroporto, para desespero dos seguranças, ela passou o corredor humano que a recepcionava e cumprimentou muitas pessoas que ali estavam. Em certo momento, chegou a voltar ao corredor por algumas vezes para cumprimentar mais pessoas que havia deixado para trás. Muitos, maioria japoneses ou descendentes, ficaram emocionados pelo gesto humilde da princesa em saudar a todos com um aperto de mão.

Mako (31)A vinda da Princesa Mako ao Brasil é a quarta visita oficial ao exterior da representante imperial. Em setembro de 2016 ela esteve no Paraguai para as comemorações dos 80 anos da imigração japonesa; e no final de 2015 visitou El Salvador e Honduras.

Mestre em Artes pela Universidade Leicester (Inglaterra), a Princesa de 26 anos também estudou em outras universidades do exterior. Mako de Akishino é a filha mais velha do príncipe Fumihito e de sua esposa, a princesa Kiko de Akishino. Ela é a neta mais velha do imperador Akihito e da imperatriz Michiko.

Foto: Mauro Abreu/Assessoria de Imprensa PMM - 

 

- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados