Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Secretário de finanças é exonerado após investigação de desvio milionário

Data: / 360 views
Secretário de finanças é exonerado após investigação de desvio milionário

Prefeitura de Santa Cruz do Rio Pardo diz que haverá outras mudanças. Suspeita Sueli Feitosa se entregou à polícia após ficar 45 dias foragida

A prefeitura de Santa Cruz do Rio Pardo (SP) anunciou mudanças no secretariado após a descoberta do desvio milionário nos cofres públicos. Armando Cunha foi exonerado pelo prefeito Otacilio Parras e não é mais secretário de finanças. Armando estava no cargo desde 2001 e passou por três administrações diferentes. Foi na pasta dele que trabalhava Sueli de Fátima Feitosa, ex-tesoureira que confessou ter desviado dinheiro da prefeitura. Sueli Feitosa se entregou à polícia no dia 8 de fevereiro, após ficar 45 dias foragida.

O ex-secretário de finanças disse em nota que recebe a exoneração com naturalidade e tranquilidade. Falou ainda que espera que a apuração dos fatos transcorra da forma mais isenta e transparente possível e diz estar aberto a colaborar para que isso aconteça.

O novo secretário é João Carlos Zarantonelli, que ocupava o cargo de diretor de fiscalização tributária. Mas segundo o secretário de gestão e comunicação social Célio Guimarães, a mudança não tem a ver com a investigação do desvio. “Vai haver outras mudanças no departamento que compõe a secretaria de finanças. Isso é um processo de restruturação da secretaria, nada mais que isso.”

A prefeitura também informou que a sindicância interna que apurou os desvios já foi concluída, mas o relatório final não vai ser divulgado, por enquanto. Com base nesse relatório, já foi iniciado o processo administrativo contra Sueli Feitosa, com isso ela deve ser demitida do cargo concursado que ocupava.

Na delegacia os policiais analisam os documentos da quebra de sigilo bancários da família Feitosa. Segundo a polícia o montante desviado é de mais de R$ 7 milhões.

Flagrante
Durante o tempo que ficou foragida, a polícia fez buscas em diversos endereços.Um vídeo gravado em um hotel em Campinas mostra o momento em que o advogado Antônio Maruca, a cliente dele Sueli Feitosa, as irmãs dela Silvia e Camila e o cunhado Adilson entram no hotel. Sueli aparece com o braço enfaixado. As imagens foram gravadas dia 24 de dezembro de 2016, na data ela ainda não era considerada foragida, mas foi um dia depois da prefeitura ter anunciado desvios de R$ 3,5 milhões dos cofres do município e ter apontado a ex-tesoureira como principal responsável.

Segundo a polícia, em depoimento os parentes de Sueli negaram ter estado com ela naquele dia. De acordo com as investigações, ela ficou hospedada no local em Campinas alguns dias e depois mudou de esconderijo. (G1 - Bauru e Marília)

- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados