Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Seis cidades do noroeste paulista estão sem homicídios desde 2001

Data: / 539 views
Seis cidades do noroeste paulista estão sem homicídios desde 2001

Pesquisa foi divulgada pela Secretaria de Segurança Pública. De 645 municípios do Estado, apenas 18 estão na lista

Seis cidades da região noroeste paulista estão sem registrar homicídios desde 2001, segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP). São elas: Turiúba (SP), União Paulista (SP), Lourdes (SP), Marapoama (SP), Sebastianópolis do Sul (SP) e Dolcinópolis (SP). Dos 645 municípios do Estado, apenas 18 aparecem na lista divulgada.

Turiúba (foto) tem pouco menos de dois mil habitantes e há três anos recebeu a autônoma Cíntia Magalhães da Silva, que nasceu na capital paulista, onde morou por mais de 20 anos. “São Paulo é bem movimentada, não temos tranquilidade nem dentro da própria casa. Já fui assaltada três vezes, duas indo para o trabalho”.

Desde que mudou para Turiúba estranha a tranquilidade da cidade, mas não reclama. "Estranhei e tenho que me programar porque tudo tem horário para fechar, mas compensa", diz. O funcionário público Mário Sílvio Bartolomeu também mora no município e só tem elogios a fazer. “Aqui em Turiúba somos todos uma família. Todo mundo se conhece. É um lugar bem sossegado e muita gente gostaria de morar”.

Para o sargento da Polícia Militar, Marcos Saranti Novais, a calmaria ocorre porque a maioria dos moradores é de pessoas que nasceram e criaram raízes no local. "Essas pessoas têm um cotidiano muito tranquilo e simples. Toda a política de vizinhança faz com que a calmaria do município afaste a criminalidade”, afirma.

A mesma pesquisa também mostra que a criminalidade aumentou em algumas pequenas cidades do interior. Em Zacarias (SP), por exemplo, não havia registro de um caso de homicídio até 2015. Essa realidade mudou no final do ano passado, quando o primeiro assassinato do município, com pouco mais de 2,5 mil habitantes, aconteceu em uma rua do Jardim Alto da Boa Vista. Uma jovem de 22 anos foi morta a facadas e o crime ainda não foi esclarecido. O crime chocou os moradores, que esperam não ter de conviver com a criminalidade e que a cidade continue com as características do interior. (G1 Rio Preto e Araçatuba)
 
- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados