Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Sobe para 84 o número de mortos em barragem, 276 desaparecidos

Data: / 106 views
 Sobe para 84 o número de mortos em barragem, 276 desaparecidos

Família do cão Vitinho é encontrada após ele fazer vigília em Brumadinho

Foto: Cão Vitinho comove ao fazer vigília por donos em Brumadinho

A Defesa Civil de Minas Gerais informou na noite desta terça-feira (29) que subiu para 84 o número de mortes causadas pelo rompimento da barragem da Vale em Brumadinho, na Grande BH. Até o momento, 276 pessoas seguem desaparecidas e 391 foram localizadas. 

O último levantamento divulgado pelo órgão apontava 65 óbitos, 288 desaparecidos e 390 pessoas localizadas.

No quinto dia de buscas, 290 militares estiveram empenhados na operação. Dos oficiais, 120 são de Minas Gerais e o restante de São Paulo, Rio de Janeiro, Espirito Santo, Goiás e Alagoas. Uma tropa com 136 combatentes israelenses também auxilia nas buscas.

- Pablo Nascimento, do R7 - 29/01/2019 - Atualizado

 

Vitinho fez vigília pelos tutores em frente a sua casa até que fossem encontrados

 

Coberto de lama, o cachorro Vitinho emocionou a internet depois que foi fotografado fazendo vigília na casa dos seus tutores, em Brumadinho. Parecia sentir que sua família tinha sobrevivido à tragédia.

Os familiares disseram ao Estado de Minas que não encontraram Vitinho antes de deixar o local. Aliás, criamos uma lista reunindo formas de ajudar Brumadinho.

Depois de mais um passeio habitual, Vitinho permaneceu nas proximidades da casa, localizada a cerca de 500 metros da pousada Nova Estância, completamente destruída pela lama da barragem do Feijão, apesar de ter sido retirado da área diversas vezes para sua segurança.

A casa da família de Vitinho fica na rua Alberto Flores. Havia 12,7 milhões de metros cúbicos de lama no caminho. O rejeito de minério por pouco não soterrou Vitinho. Salvo pelos bombeiros, o animal viveu a agonia de se separar dos seus donos.

Publicada no sábado no Twitter e Instagram do Estado de Minas, a foto de Vitinho recebeu mais de 7 mil curtidas e centenas de comentários de pessoas comovidas com o amor e fidelidade à sua família.

O jornal localizou o dono do cão, o auxiliar administrativo Lucas Assis, 32 anos. “Antes de sairmos, minha mãe o chamou várias vezes, mas ele não atendeu. Ele conhece bem a região, sabe o caminho de casa, mas achamos que ele não retornou porque está confuso por causa do barulho das aeronaves e a perturbação toda. De todo modo, deixamos comida e água pra ele.”

Lucas e o restante da família ficaram hospedados em uma pousada durante quase todo o fim de semana. O sítio em que ele vive com os pais e a namorada é uma das propriedades interditadas pela Defesa Civil.

Só na noite de domingo a residência foi liberada, mas o reencontro com Vitinho ainda não tinha acontecido. “Nós encontramos nossa gata e um outro cachorro, mas o Vitinho até agora, nada. Estamos aflitos”, diz Vanessa Tavares, a namorada de Lucas.

“Chegamos a sair para procurá-lo, sem sucesso. Infelizmente, o acesso a área em que ele foi fotografado é restrito, então não podemos ver se ele ainda está lá. Agradecemos quem puder nos dar informações sobre ele e acolhê-lo”, afirma Lucas.

- -

 

- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados