Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Sudeste tem alerta de grande perigo com chuvas e ventos intensos até este domingo

Data: / 493 views
Sudeste tem alerta de grande perigo com chuvas e ventos intensos até este domingo

Na sexta-feira, três pessoas morreram soterradas e duas estão desaparecidas em deslizamentos em Petrópolis (RJ)

Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) divulgou alerta vermelho (de grande perigo) com chuvas entre 30 e 100 mm/dia e ventos intensos de 60 a 100 km/h durante o fim de semana no Sudeste. O alerta compreende todo o estado do Rio de Janeiro, além do noroeste de São Paulo, sudeste de Minas Gerais e sul do Espírito Santo.

Na sexta-feira (22), três pessoas morreram soterradas e duas estão desaparecidas em deslizamentos causados pela chuva em Petrópolis (RJ). Ruas ficaram alagadas e houve queda de árvores. Na região dos Lagos, um homem morreu atingido por um raio. Quatro pessoas ficaram feridas após o desabamento de uma casa na Baixada Fluminense.

A maior intensidade de chuvas no Rio é prevista para a madrugada de sexta-feira para sábado (23), dia apontado como mais crítico, especialmente, na região serrana do estado. 

Há riscos de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e descargas elétricas. A recomendação para a população dessas áreas é de, em caso de temporal, desligar aparelhos elétricos e o quadro geral de energia, além de evitar sair de casa.

Em caso de rajadas de vento, o aconselhável é não se abrigar debaixo de árvores, pois há risco de queda e descargas elétricas, e não estacionar veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda. 

O Inmet emitiu também alerta laranja de perigo com chuvas intensas em nove estados:
• Espírito Santo;
• Goiás;
• Maranhão;
• Mato Grosso;
• Minas Gerais;
• Pará;
• Rondônia;
• São Paulo; e
• Tocantins.

Em alerta amarelo estão o sul do Espírito Santo e de Minas Gerais; o nordeste de Minas, do Tocantins e do Maranhão; e áreas do Amapá, do Pará, de Rondônia, do Amazonas e do Acre.

Segundo a meteorologista do Inmet Naiane Araújo, a tendência é que a área central do Brasil deve ficar em um corredor de umidade.

"Temos essa situação específica do leste da região Sudeste, em especial no Rio de Janeiro, devido a influência de uma frente fria que estará no litoral, mas na área central do país vai atuar um canal de umidade que combinado ao tempo abafado favorece as fortes pancadas de chuva", alerta.

Ainda de acordo com a meteorologista, não estão descartados temporais localizados. "Não vai ser um final de semana com tempo firme nessas áreas mais centrais do país", adianta.

A chuva é consequência da aproximação de uma frente fria que avançou pelo Sul do país na última quinta-feira (21). Ao longo deste sábado (23), a previsão é de que esse sistema atue pelo leste da região Sudeste causando grandes volumes, podendo trazer transtornos à população.

CIDADES | Carlos Eduardo Bafutto, do R7, em Brasília - 23/03/2024 - 

- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados