Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Treze anos depois, 14% dos atores de "Senhora do Destino" já morreram

Data: / 382 views
Treze anos depois, 14% dos atores de

Reprise da novela apresenta fato triste: sete dos 51 nome listados não estão mais vivos

Assistir à reprise de Senhora do Destino no Vale a Pena Ver de Novo, a partir da próxima segunda-feira (13), será um pouco como olhar a seção de obituários de um jornal. A novela, exibida originalmente entre 2004 e 2005, tem em seu elenco sete atores que não estão mais vivos _ou seja, 14% dos 51 nomes listados e com fotos na abertura. Uma das mortes ocorreu durante a exibição da novela.

A ausência mais sentida é a do ator, diretor e crítico José Wilker, que roubou a cena como o "felomenal" Giovanni Improtta. O ex-bicheiro que migrava para a construção civil tinha muito dinheiro mas pouca educação. Na luta pelo amor de Maria do Carmo (Susana Vieira), fez da amada o enredo de sua escola de samba, a Unidos de Vila São Mig

Giovanni fez tanto sucesso na época da novela que, em 2013, ganhou um filme próprio com seu nome. O personagem também rendeu um livro, Prendam Giovanni Improtta, assinado por Aguinaldo Silva, que chegou a sugerir um seriado com o personagem logo após o final da novela. Wilker morreu em abril de 2014, enquanto dormia, vítima de um infarto fulminante.

Outro veterano que participou da novela foi Raul Cortez, que vivia o barão de Bonsucesso Pedro Correira de Andrade e Couto. Ao lado da mulher, a baronesa Laura (Glória Menezes), gostava de manter uma vida de padrão elevado, apesar de não ter mais o dinheiro de antigamente. Para se manter, passou a dar aulas de etiqueta para Improtta, o que gerou diversos momentos cômicos na trama.

Durante a novela, Cortez foi operado para retirar um tumor na região do pâncreas e do intestino delgado. Por isso, precisou se afastar. Senhora do Destino foi sua última novela _depois, ele fez uma pequena participação na minissérie JK (2006). Morreu em julho de 2006, aos 73 anos, vítima de câncer.

Treze anos depois, 14% dos atores de Senhora do Destino já morreram  Ítalo Rossi, Nuno Melo e Miriam Pires como seus personagens na novela de Aguinaldo Silva

Com o afastamento de Raul Cortez, Aguinaldo Silva aumentou o espaço do mordomo Alfred, vivido por Ítalo Rossi, que fez uma dobradinha cômica com a baronesa de Glória. Curioso é que Rossi morreu anos depois: foi em 2011, aos 80 anos, devido a complicações respiratórias. Ficou marcado pelo papel que fez depois de Alfred: o excêntrico Seu Ladir, do seriado Toma Lá, Dá Cá.

Senhora do Destino foi o primeiro e único papel no Brasil do ator português Nuno Melo. Ele interpretava o motorista de táxi Constantino, que se envolveu com Rita de Cássia (Adriana Lessa), apesar de ela ser casada com o marginal Cigano (Ronnie Marruda).

Mesmo fazendo sucesso na novela, Melo preferiu voltar para Portugal, onde atuou em novelas da SIC e da TVI. Morreu em junho de 2015, aos 55 anos, por conta de um câncer no fígado _ele também sofria de hepatite C desde 2006.

Senhora do Destino é tão marcada por mortes que uma delas, inclusive, ocorreu durante a própria novela. Miriam Pires, que interpretava a governanta Clementina, confidente de Maria do Carmo, morreu em 7 de setembro de 2004 em decorrência de uma toxoplasmose que atingiu seu cérebro.

Para substituir Clementina, o autor Aguinaldo Silva criou uma filha para a personagem, Aurélia (Cristina Mullins), que continuou o plano da mãe de lançar um livro de culinária com receitas nordestinas.

Treze anos depois, 14% dos atores de Senhora do Destino já morreram  Mara Manzan (à esq.) era Janice e Yoná Magalhães vivia Flaviana na trama exibida em 2004
Famosa pelo bordão "Cada mergulho é um flash", que usou em O Clone (2001), Mara Manzan também faz parte das estatísticas negativas de Senhora do Destino. Ela morreu em 2009, aos 57 anos, vítima de um câncer de pulmão que descobriu no ano anterior. Antes disso, já havia enfrentado um enfisema pulmonar e um câncer no útero e nos ovários.

Na novela de Aguinaldo Silva, Mara vivia Janice, cunhada de Maria do Carmo e mãe de Venâncio (André Gonçalves), Eleonora (Mylla Christie) e Regininha (Maria Maya). Janice tinha uma relação de rancor com o marido desde que descobriu que ele era apaixonado pela patroa Josefa (Marília Gabriela).

A despedida mais recente do elenco de Senhora do Destino ocorreu em outubro de 2015, quando Yoná Magalhães morreu, aos 80 anos, devido a um problema no coração. Na novela, ela interpretava Flaviana, sogra de Giovanni Improtta que parecia odiar o genro, mas não conseguia viver sem ele e fazia questão de controlar cada um de seus passos.

Fora do elenco principal, listado na abertura, também há mortes: André Valli, conhecido por viver o Visconde de Sabugosa no Sítio do Picapau Amarelo (1977-1986), participou da novela como o porteiro Florisvaldo e morreu em 2008, devido a um câncer no pâncreas e no fígado. Nildo Parente, que interpretou o médico Guilherme na trama, morreu em 2011 após um derrame.

UOL - Notícias da TV

 

 

 

- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados