Viva Marilia | Viva Marília é a simplicidade através de conteúdos que façam a diferença na vida daqueles que dedicam seu precioso tempo para nos ler.

Velório de família que morreu em acidente na rodovia é marcado por comoção

Data: / 2619 views
Velório de família que morreu em acidente na rodovia é marcado por comoção

O casal e as duas crianças serão enterrados em Londrina; o acidente na PR-445 foi causado por um motorista provavelmente embriagado e que ultrapassava em local proibido

A família morreu na PR-445 entre Cambé e Londrina. (Foto: Reprodução/RICTV)

 

O velório da família que morreu em um acidente na PR-445, entre Cambé e Londrina, no norte do Paraná, neste domingo (30), foi marcado por muita comoção durante a tarde desta segunda-feira (1). A cerimônia ocorreu na Igreja Presbiteriana Independente Lagoa Dourada, no Jardim Piza, na Zona Sul de Londrina. O sepultamento terá início às 17h no Cemitério Parque das Oliveiras.  

Inúmeros familiares e amigos estiveram no local para prestar as últimas homenagens às vítimas e pedir por justiça, já que o acidente que matou o casal e suas duas filhas foi causado por imprudência de um motorista provavelmente embriagado.

Acidente na PR-445

Fernando Afonso Rosa, de 43 anos, Adiná Simões de Souza, de 41 anos, Poliana Afonso Simões, 8 anos, e Sofia Afonso Simões, de 2 anos, morreram depois que o veículo em que estavam foi atingido de frente por um caminhão carregado com óleo de cozinha.

De acordo com testemunhas, um terceiro motorista tentava uma ultrapassagem em local proibido quando bateu em uma das rodas do caminhão que vinha no sentido contrário. Na sequência, o motorista do caminhão perdeu o controle do veículo, invadiu a pista contrária, bateu de frente com o carro da família e tombou o caminhão. O casal e as duas crianças morreram na hora.  

“O cara estava bêbado, veio em cima de mim e bateu em mim. Bateu na minha roda dianteira e aí não teve mais como fazer nada. Segundo outras testemunhas, o cara vinha ‘escrevendo’ na pista, quase bateu em outros motoristas antes”, contou Luiz Carlos Miranda, motorista do caminhão. Ele sofreu apenas ferimentos leves. 

O carro ficou completamente destruído. (Foto: Reprodução/RICTV)

Motorista responsável 

Ricardo Martins Moraes, de 39 anos, não se feriu, aparentava estar completamente embriagado e se negou a fazer o teste de bafômetro. Mas mesmo assim, foi preso pela Polícia Rodoviária Estadual em flagrante por embriaguez volante e deverá passar por uma audiência de custódia na terça-feira (2).

Na ocasião, outros motoristas que presenciaram o acidente partiram para cima de Ricardo e tentaram linchá-lo. A  Polícia Militar precisou intervir para que o homem não fosse espancado ainda na PR-445. “É chocante, não é fácil ver um bebezinho de dois, três aninhos do jeito que está ali, morta. Eu espero que a justiça seja feita”, disse emocionada Valéria de Pieri que estava em um carro atrás das vítimas.

O motorista foi preso. (Foto: Reprodução/RICTV)

 

Sobre o motorista que causou a colisão, Valéria diz não poder afirmar que ele estava embriagado. “Ele falou para mim que ele não lembra de nada, que ele é inocente. Só que algumas informações que a gente escutou aqui é que parece que ele estava em uma festinha e estava indo buscar a mulher que trabalha em hospital. [...] Eu não posso afirmar se está alcoolizado ou não, mas do jeito que ele estava dirigindo, normal ele não estava porque ele ia para o acostamento e invadia a pista, ia para acostamento e invadia a pista.”

- Redação RIC Mais -   

- Comente, Compartilhe e Interaja em sua rede social.

Veja Também: Artigos Relacionados